dezembro 16, 2010

[Frases] Florbela Espanca sobre o Amor

Florbela Espanca é a minha inspiração para escrever poesia, seu jeito doce e ao mesmo tempo deprimente de descrever o amor nos mostra sua constante busca pelo amor verdadeiro, uma busca que acabou por nunca se concretizar. Por agora deixarei algumas frases e trechos dos sonetos escritos por essa poetisa portuguesa que tanto sofreu por amor ou pela falta dele.

Florbela Espanca sobre o Amor


"Há uma primavera em cada vida: é preciso cantá-la assim florida, pois se Deus nos deu voz, foi para cantar! E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada que seja a minha noite uma alvorada, que me saiba perder...para me encontrar..."

"Eu quero amar, amar perdidamente. Amar só por amar."


"Não és sequer a razão de meu viver, pois que tu és já toda a minha vida."


"Minhálma, de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver!
Não és se quer razão do meu viver,
Pois que tu és já toda a minha vida!"

"Amar-te, assim, perdidamente…
É seres alma e sangue e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!"

"Longe de ti são ermos os caminhos."

"Amo-te tanto!E nunca te beijei...E nesse beijo, Amor, que eu não dei guardo os versos mais lindos que te fiz!"

"Li um dia, não sei onde, que em todos os namorados uns amam muito, e os outros contentam-se em ser amados."

Um comentário:

  1. Que frases maravilhosas... muito marcante... seu blog está cada dia melhor e mais informativo... Parabéns!

    http://susimao.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...