janeiro 18, 2011

Cena 'Come what May - Christian & Satine' - Moulin Rouge




Haja o Que Houver


Nunca imaginei que pudesse me sentir assim
Como se eu nunca tivesse visto o céu antes
Quero desaparecer num beijo seu
A cada dia eu te amo mais e mais

Ouça meu coração, pode ouvi-lo cantar?
Me dizendo para dar tudo a você
As estações podem mudar de inverno a primavera
Mas eu amo você até o fim dos tempos

Haja o que houver
Haja o que houver
Eu amarei você até o dia da minha morte

De repente o mundo parece um lugar tão perfeito
De repente se move com uma graça tão perfeita
De repente minha vida não parece um desperdício
Tudo gira em torno de você
E não há montanha tão alta
Nem rio tão extenso
Cante esta canção e eu estarei ao seu lado
Nuvens de tempestades podem se formar
E estrelas podem colidir
Mas eu amo você até o fim dos tempos

Haja o que houver
Haja o que houver
Eu amarei você até o dia da minha morte

Oh, haja o que houver, haja o que eu houver
Eu amarei você, eu amarei você
De repente o mundo parece um lugar tão perfeito

Haja o que houver
Haja o que houver
Eu amarei você até o dia da minha morte


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...