outubro 15, 2016

[Livros] A Garota Dele - Simone Elkeles (Amor em Jogo #2)

Título Original: Wild Crush
Autor: Simone Elkeles
Editora: Globo Alt
Páginas: 304
Gênero: YA, Ficção
País: EUA
ISBN: 9788525062284
Classificação: ★★
_______________

Um young adult levemente romântico e clichê, A Garota Dele não é um daqueles livros marcantes, mas é uma leitura gostosa e cheia de momentos fofinhos. Simone Elkeles escreve com uma leveza característica do gênero e seus personagens são tão comuns quanto qualquer um de nós, por isso ler seus livros é como ouvir a história de um amigo. 

Apesar de tratar de um tema pesado, a autora optou por não desenvolver muito os problemas dos protagonistas e talvez essa tenha sido a primeira de suas falhas. Tendo em mãos uma narrativa mais forte do que pretendia, Elkeles acabou mantendo o foco no romance proibido que dá nome ao livro. Com a visão alternada dos personagens, vamos entendendo melhor como essa paixão secreta começou.

Victor Salazar é apaixonado por Monika desde sempre, mas ela é nada menos que a namorada do seu melhor amigo, o perfeito Trey. Conformado com o fato de que nunca poderá tê-la, o garoto que tem sérios problemas de agressividade desconta esse e outros problemas desferindo socos e dando respostas grosseiras para todos a seu redor.

Um rebelde forçado, Victor não chega a ser aquele típico badboy que costumam nos encantar nos livros, ele é mais um garoto revoltado e infeliz que não sabe como lidar com sua própria vida. O pouco carisma dos protagonistas faz com que o leitor não torça por nenhum deles. Na verdade, o único personagem minimamente interessante é Trey, que infelizmente não narra nenhum capítulo. 

Há um aspecto muito importante que deveria ter sido mais trabalhado e que determinaria o motivo do comportamento rebelde do protagonista: sua relação com o pai. Quase todo adolescente já teve problemas com a autoridade paterna e as excessivas cobranças ou expectativas que são jogadas nos nossos ombros. Victor sofre com o distanciamento do pai e seu evidente desgosto pelo próprio filho. As razões não exploradas teriam dado mais força a superficialidade do drama familiar dos Salazar, mas novamente, a autora optou por deixar isso de fora.

A Garota Dele, infelizmente, não supriu minhas expectativas, é impossível não terminar a leitura com a sensação de que a trama poderia ter sido melhor desenvolvida. Apesar do que faltou, o young adult traz um pouquinho de vários gêneros e é uma boa leitura para coraçõezinhos pouco exigentes, afinal, Victor ainda é um projeto de badboy, quem sabe quando ele for mais velho, me convença. 

"Eu queria ser assim tão confiante. Mas posso assumir o papel. Bree faz aulas de teatro. Ela diz que a gente deve se entregar a ele ou abandoná-lo. Hoje a noite vou me entregar." (p. 233)

Sinopse: A garota dele é o aguardado spin off de Amor em jogo, de Simone Elkeles. No livro, a autora best-seller explora a história conturbada de amor e de amizade entre Monika e Victor, personagens já apresentados no primeiro livro.

Victor Salazar tem má fama no colégio por causa das brigas em que se envolve e por suas notas baixas. À parte as impressões superficiais, Victor tem um bom coração e está sempre tentando proteger as pessoas que ama. Filho de mexicanos, o garoto não tem uma boa relação com o pai e vive com o dilema angustiante de ser apaixonado por Monika, a namorada de seu melhor amigo Trey.

Inteligente e educado, Trey parecia ser o par perfeito para Monika, mas assim que o terceiro ano começa, ele deixa o namoro em segundo plano para se dedicar às missões de se tornar o primeiro da classe e vencer o campeonato estadual de futebol. O relacionamento dos dois começa a esfriar e alguns acontecimentos surpreendentes vão aproximar Monika do “bad boy” Victor.

Com capítulos intercalados, que narram a história sob a perspectiva ora de Monika ora de Victor, o romance preserva o ritmo de suspense e também a complexidade e os desejos de cada um dos personagens. Assim como em Amor em jogo, Simone Elkeles apresenta uma linguagem descontraída ao mesmo tempo em que constrói um enredo profundo e comovente, no qual discute questões como família, amadurecimento e princípios.

"- Porra se tem alguém que pode desentocá-lo, é você.
- Como sabe disso?
Isa dá uma piscadela.
- Não sei muita coisa, mas sei que você o assusta muito. E ele não tem medo de nada." (p. 245)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...