janeiro 30, 2017

[Séries] 5 Motivos Para Assistir Desventuras Em Série de Lemony Snicket


Se você ainda não assistiu a série adaptada dos livros de Lemony Snicket pela Netflix, confira cinco - dos muitos - motivos para conferir essa produção incrível:

  • Você NÃO devia assistir. O próprio Lemony Snicket te aconselha a assistir outra coisa mais legal, mais feliz. Mas vai querer assistir porque toda essa psicologia reversa da série funciona. Você sabe que não vão acontecer coisas boas com os órfãos mas, ainda assim, vai torcer por eles.

  • É uma série cheia de referências linguísticas e literárias. Várias palavras - algumas complicadas, outras não - fazem parte do repertório dos irmãos Baudelaire. A linguagem é uma preocupação que foi transmitida para a adaptação, até mesmo as referências literárias permaneceram intactas, dando mais força à narrativa. É possível aprender muitas coisas novas e ampliar muito nosso vocabulário com os diálogos da série.

  • Neil Patrick Harris está absolutamente fenomenal de Conde Olaf. O ator que já havia conquistado o público por seu papel de destaque em How I Met Your Mother, dá vida a um personagem de múltiplas facetas e em cada uma delas se supera com uma interpretação divertidíssima. 

  • O visual da série produzido pela Netflix é impecável. Os cenários, sejam construídos ou computadorizados, estão muito bonitos. Mesmo o surrealismo que permeia a trama, é representado em ambientes bizarros e repletos de detalhes.

  • Os personagens são únicos e bem construídos. Violet, Klaus e até mesmo a pequena - algumas vezes computadorizada - Sunny tem diferentes nuances e são muito expressivos. É possível identificar o que os Baudelaire estão sentindo analisando simplesmente suas expressões faciais e isso enriquece suas performances.

Sinopse: Lemony Snicket conta as desventuras dos irmãos Baudelaire. Klaus, Sunny e Violet que são encantadores e inteligentes, mas ocupam o primeiro lugar na classificação das pessoas mais infelizes do mundo. De fato, a infelicidade segue os seus passos desde a primeira página, quando eles estão na praia e recebem uma trágica notícia. Esses ímãs que atraem desgraças terão de enfrentar, por exemplo, um gosmento vilão dominado pela cobiça, um incêndio calamitoso, roupas que pinicam o corpo e mingau frio no café da manhã. É por isso que, logo na quarta capa, Snicket avisa ao leitor: "Não há nada que o impeça de fechar o livro imediatamente e sair para uma outra leitura sobre coisas felizes, se é isso que você prefere".



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...