abril 14, 2014

[Livros] Primeiro Amor - James Patterson

Título Original: First Love
Autores: James Patterson
Editora: Novo Conceito
Páginas: 240
Gênero: Romance, Ficção
País: EUA
ISBN: 9788581633909
Classificação★★★★★
_______________

Quando recebi o livro Primeiro Amor, lançamento de abril da Editora Novo Conceito, imaginei que esse seria apenas mais um romance adolescente. Me enganei, afinal James Patterson provou mais uma vez que é um autor versátil e dentre os diversos gêneros literários que escreve, também sabe emocionar com um bom romance. Dessa vez, ele traz um drama que vai conquistar os fãs de A Culpa é das Estrelas e levar os mais sentimentais às lágrimas.

A capa do livro não me chamou atenção, espero que a editora possa caprichar um pouco mais numa próxima edição, quem sabe. Mas a diagramação e os detalhes adicionados à cada início de capítulo dão um charme todo especial à história. Além disso, capítulos curtos que fazem a leitura fluir. É uma história bonita, que pode ser lida em uma tarde, sem esforço algum.

Patterson nos traz a história de Alexandra Moore, uma jovem careta, nerd, apaixonada por livros que tem uma queda, pra não dizer um tombo, por seu melhor amigo Robinson. Axi, como é chamada pelo amigo, perdeu uma irmã para o câncer e viu sua família se deteriorar depois disso. Vivendo com o pai alcoólatra que mal sabe cuidar de si próprio, ela decide fugir de casa. 

Claro, a garota não espera embarcar nesse plano de fuga sozinha, ela convida o melhor amigo para ir com ela, afinal ele é totalmente o oposto de Axi. Engraçado, carismático e malandro, Robinson é o melhor parceiro de fuga que Alexandra poderia desejar. Ela o chama de Patife, ele a chama de MC - menina careta. Os dois se tornam não só parceiros de fuga, mas também parceiros de crime. 

Cometendo delitos de cidade em cidade, os dois não pensam nas consequências, vivem como Bonnie e Clyde, roubando carros, dormindo ao relento e fazendo o que podem para se divertir e esquecer os problemas dos quais fugiram. Eles só ligam para o hoje, porque sabem que a vida nem sempre dá oportunidade de um amanhã, então devem aproveitar cada segundo dessa viagem e tentar transformar essa amizade em um amor de verdade. 

É uma leitura mais que recomendada. Vocês vão torcer para esses dois, rezar para que eles criem juízo e recordar como é bom ter um primeiro amor. Num mundo onde nada é certo, estamos todos numa estrada e não sabemos onde esta vai dar. É preciso fechar os olhos, aproveitar a viagem e amar como se não houvesse amanhã.

"- Acho que acabei de viver o melhor momento da minha vida.
Comecei a rir como uma idiota, porque isso era exatamente o motivo pelo qual fomos até ali, o que eu queria proporcionar a ele.
Carpe diem. O hoje, afinal, era tudo o sabíamos ter." (p. 62)

Sinopse: Axi Moore é uma garota certinha, estudiosa, bem comportada e boa filha. Mas o que ela mais quer é fugir de tudo isso e deixar para trás as lembranças tristes de um lar despedaçado. A única pessoa em quem ela pode confiar é seu melhor amigo, Robinson. Ele é também o grande amor de sua vida, só que ainda não sabe disso. Quando Axi convida Robinson para fazer uma viagem pelo país, está quebrando as regras pela primeira vez. Uma jornada que parecia prometer apenas diversão e cumplicidade aos poucos transforma a vida dos dois jovens para sempre. De aventureiros, eles se tornam fugitivos. De amigos, se tornam namorados. Cada um deles, em silêncio, sabe que sua primeira viagem pode ser também a última, e Axi precisa aceitar que de certas coisas, como do destino, não há como fugir. Comovente e baseado na própria vida do autor, este livro mostra que, por mais puro e inocente que seja, o primeiro amor pode mudar o resto de nossas vidas.

"(...) - Entre os genes cancerígenos da família Moore e, digamos o aquecimento global, qualquer filho que eu viesse a ter estaria condenado. Ele nasceria com olhos azuis e uma bomba-relógio dentro dele, exatamente como o resto da minha família. Isso é que é receber uma mão difícil nesse jogo de cartas. - Tentei não soar tão amarga quanto eu me sentia.
Robinson estava lentamente acariciando meus dedos.
- Mas os olhos azuis seriam lindos - ele provocou, baixinho." (p. 180)


30 comentários:

  1. O James Patterson realmente arrasa em todos os gêneros!!
    Concordo com você que a capa poderia ser um pouquinho mais caprichada, já percebi que a NC gosta muito de capas com fotos de pessoas, o que acaba que todos os livros ficam parecidos um com o outro.
    A história parece ter um romance nada clichê, fiquei curiosa para saber se o casal deixa essa vida de loucura e volta pra casa.

    Adorei sua resenha!

    Beijão :*

    http://justonemomentt.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Adorei a sua resenha. Confesso que não estava com vontade de ler esse livro, mas agora fiquei super curiosa. Ainda não conheço nada do autor, vou começar por esse livro.

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tive a oportunidade de ler nenhum dele..mas esse me chamou a atenção por sua resenha, confesso que o nome e a capa também não me impressionaram,rs.
    Adoro romances, e com uma pitadinha adolescente é melhor ainda que me faz lembrar minha época de escola,rs.
    Bjs e bela resenha.
    ateliedoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mari! Como vai?
    Mais uma vez você traz uma resenha maravilhosa de um livro que parece ser ótimo. Nunca li algo do Patterson, mas de tanto que já ouvi falar, acho que vou correr atrás de seus livros - e devo adorar esse, pois amo ACEDE. A história parece ser ótima, mas creio que ficarei com raiva deles por causa do delito, ao menos que o romance seja mais chamativo e eu fique encantada. É, a capa realmente não é bonita e, se fosse só por isso, eu não compraria o livro. Os livros fofos para se ler num fim de tarde são meus preferidos <3 Principalmente se posso ler relaxadamente, nas férias, por exemplo hahaha
    Beijos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ei Mariii
    Eu achei o livro com cara interessante, mas pela sua resenha, parece que é mais legal ainda do que eu penso. Em breve o lerei para tirar minhas conclusões. ;) Quero ver como é que eles irão se resolver no final. Só espero que não me faça chorar como ACÉDE x.x

    Bjssss
    @mariapsalles
    Jardim de Borboletas

    ResponderExcluir
  6. Isso que me admira muito no autor, essa versatilidade dele. Incrível como ele consegue escrever sobre tudo de uma maneira incrível.
    Com certeza pretendo ler o livro e adorei a história.
    Belíssima resenha. James escreve super bem e não vejo a hora de ler esse livro.
    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso Top Comentarista

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, nem o autor, mas a história chamou minha atenção. Parece que foge um pouco dos romances água com açúcar, adicionando um pouco mais de açõ. Também fiquei curiosa para saber se o casal abandona a vida de crimes ou segue nela. A capa realmente poderia ser melhor, com certeza passaria batido numa livraria se não soubesse do que se trata o livro.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Oi Mari :)
    A principio quando eu li a sinopse desse livro, não tinha me interessado muito. Mas acho que agora vou dar uma chance a ele. Fiquei curiosa para ver as aventuras que os personagens vivem. *-*
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Minha caixa de livros da NC só chegou sábado então eu ainda não comecei a ler nenhum dos livros novos. Esse é um certamente uma das minhas futuras leituras.
    Vi na sinopse que é baseado na vida do autor e fiquei ainda mais curiosa. Não gostei tanto assim de A Culpa é das Estrelas, mas espero que esse entre na minha lista de queridinhos.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  10. Também não gostei da capa, mas já tive experiencia de julgar horrível a capa de um livro e amar o livro! Só o título já me deixa com uma vontade enorme de lê-lo!
    A resenha me encantou! O tipo de livro: história com um final incerto, que nos surpreende no final . Acho que vou chorar muito nesse livro! :')

    ResponderExcluir
  11. Confesso que estou um pouco surpresa. Conheço o Patterson devido a seus livros policias, jamais imaginaria ler um romance assim dele. Acredito que seria uma oportunidade interessante. Gostei bastante do enredo e também do quote que escolheu. Realmente a Novo Conceito pecou bastante na capa. No entanto, fui pesquisar e a capa em inglês é semelhante a essa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS: No final da sinopse, tem um trecho que me deixou mais surpresa ainda e consequentemente me deixou mais curiosa a respeito da história.
      "Comovente e baseado na própria vida do autor."

      Excluir
  12. Nunca li nenhum livro do autor. Realmente, a editora bem que poderia caprichar mais na capa em uma próxima edição porque esse me pareceu ser um livro realmente muito interessante, acho que quando eu for ler, não vou pensar em capa, diagramação e etc e só na história, que me pareceu não ser uma daquelas histórias vazias. bjs!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Mari!
    Do Patterson só li O Diário de Susana para Nicolas e confesso que amei e chorei litros rs.
    Nunca li o outro gênero que ele escreve, que é policial, mas vi que ele tem jeito pra romances. Adorei a premissa do livro, até porque eu mesma já tive vontade de fugir inúmeras vezes. Com certeza entrou pra minha wishlist. Ótima resenha :)

    Beijos
    Rayssa
    http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Mari!
    Ainda não li nada do Patterson, mas sempre vejo todo mundo falando muito bem.
    Eu não conhecia esse livro, vi ele hoje em um site de vendas pela internet e achei bastante interessante... aí passei aqui e encontrei a resenha dele.. adorei! Parece ser muito bom!
    Mais um que entra para minha wish list, com certeza! rs
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Sou muito fã do trabalho do Patterson e felizmente essa foi mais uma ótima experiência, apesar de não ser tão especial como "O Diário de Suzana para Nicolas". Como você disse, é uma história para se encantar e se envolver do início ao fim, principalmente quando as coisas começam a se encaixar para chegar ao desfecho, bem emocionante por sinal.
    Sobre a capa, eu particularmente gosto da NC ter mantido a capa original, mas se comparar com outras capas da editora, fica bem abaixo. Pelo menos é uma ótima e cuidadosa edição.

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  16. ahhhhhhhhhhhhhh Quero muito ler esse livro.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Mari,
    tudo bem?
    Engraçado, pensei que esse autor só escrevia tramas policiais, não sabia que ele se aventura em outros gêneros. Fiquei impressionada, nunca imaginei que ele toparia fugir com ela e muito menos iniciar uma carreira de delitos com ela. Realmente, precisam tomar juízo.
    Mas o que chamou minha atenção e deixou meu coração bem apertado, foi compreender que eles estavam fugindo de problemas, e criaram na vida real, uma realidade que não existe. Eles estão em fuga, mas a fuga é deles mesmos. Adorei sua reflexão no final, concordo muito com você, tem uma música famosa do Toquinho que fala sobre isso, a vida é uma viagem, uma nave que não podemos controlar.
    Amei!!!!!!!
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Já ouvi falar do livro e do autor, mas agora que estou conhecendo realmente. Achei interessante saber que o livro foi baseada na própria vida do autor. A história é bacana e me identifiquei com a Axi , pois tenho um sonho de viajar pelo mundo sem rumo. *-*
    acho que leria,
    bj, dréa

    ResponderExcluir
  19. A característica que eu mais adoro nos livros do Patterson são os capítulos curtos. Que bom que isso se encontra neste! Esse livro não parece ser um romance de completo clichê. O enredo é bem interessante, gostei! Já vou marcar como 'vou ler' no skoob. hahahha
    Beijos,
    http://coemundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oie :)
    Fiquei louca por esse livro!!!
    Ainda não li nada do James Perteson, mas tenho muita vontade de conhecer seus livros. Parecem ser muito bons!!
    Quanto a esse, adorei a história e fiquei curiosa para saber o que acontece com o Patife e a MC rsrsrs
    Beijos
    http://cupcakedeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Olá, não conhecia o livro, a capa dele é muito bonita.

    Gênero romântico não faz muito meu estilo, mas eu adorei ACEDE, então quem sabe, esse também não me agrade.

    Parabéns pela resenha.

    Marcelo ~ Enquanto Estava Lendo

    ResponderExcluir
  22. AAAAHHH curioosaa ao extremo agora. Eu li A Culpa é das Estrelas, mas pela resenha esse livro deve ter uma perspectiva diferente e nova sobre o câncer. Mais um livro pra lista dos quais quero ler. Obrigada pela dica.

    http://resenhaeoutrascoisas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Como é maravilhoso ter uma amiga blogueira, néh! A gente fica sabendo um pouco antes do próprio blog o livro que está lendo... a capa e as caras de choro sempre fantásticas!
    Afinal, somos amantes de romance neh Mari!
    Aaaaaawwwnnnttttt Amei a históriaaaa!!! Pena que meu tempo não está me ajudando para ler estes livros e me deixar levar a cada virada de página!
    Bom!!! Estamos chegando na meta final deste semestre, e eu espero ler este livro logooo!!!
    bjs
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. EU PRECISO DESSE LIVRO, DÁ ELE PRA MIM??
    AMEI A RESENHA, EU QUERO MESMO O LIVRO (TO GRITANDO).

    Beijos da Edi
    Parte de Minha História

    ResponderExcluir
  25. Olá, como vai, Mari?
    Menina, esse autor, caso eu não esteja enganado, ele faz uns livros de romance policial, e uns livros de romance nesse estilo, né?
    Nunca li os policiais dele, li o "O diário de Suzana para Nicolas", e tenho aqui em casa o Sam's letters to Jennifer que ainda não li hihi

    http://incriativos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Assim como você a capa não me chamou a atenção, ela não é lá essas coisas, espero que a NC venha a fazer outra edição do livro, com uma capa mais chamativa kkkk Então, por essa razão, eu não tinha tido interesse na história, achei que seria um romance sem graça, sei que não devo julgar um livro pela capa, mas é impossível não julgar D; Mas enfim, eu adorei a sua resenha, fiquei super interessada na história, meio que me identifiquei com a Alexandra, pois sou um pouquinho nerd, careta e apaixonada por livro, só não sou apaixonada por meu melhor amigo kkkkkk

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  27. Oi, Mari! Tudo bem? Que resenha maravilhosa, me fez querer pegar o livro pra ler agora! Pena que não o tenho :( hahah Mas foi anotado, será meu primeiro livro do autor.

    Bjs
    http://expressaomodaeliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Bem legal essa ideia de um amor bandido adolescente fugindo dos problemas, não sei se o romance conseguiria me prender, mas os personagens parecem bem construídos o que se deve em parte a parceira de escrita de Patterson a coautora, deve ser legal acompanha-los nos pequenos delitos, vivendo uma vida se importante apenas com o hoje.

    ResponderExcluir
  29. Eu estaria muito empolgado se não tivesse um sério receio com esse autor. Li um livro policial dele e achei bem chatinho, mas acho que os que possuem uma voltagem romântica são mais interessantes. Curioso para conferir.

    Beijos,
    Juan Silva - http://asasliterarias.com/

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...