maio 23, 2014

[Livros] Will & Will - John Green

Título Original: Will Grayson & Will Grayson
Autores: John Green & David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 352
Gênero: Ficção, Romance, Comédia
País: EUA
ISBN: 9788501093882
Classificação★★★★★
_______________

Divertido, emocionante, inteligente. Esses são só alguns dos adjetivos que vocês vão encontrar repetidos muitas vezes nessa resenha. O livro de John Green e David Levithan me fez rir muito, muito mesmo. Descontroladamente. Mas também me fez pensar bastante sobre o amor, a amizade e a falta que um ou outro faz na nossa vida. De um jeito leve, bem característico dos autores nós somos levados a questionar o valor de nossas relações e atitudes para com elas.

O livro Will & Will, obviamente fala sobre dois garotos chamados Will Grayson. Exatamente, o mesmo nome e sobrenome mas com personalidades completamente distintas. A construção dos personagens foi minuciosa e ao ler esse livro é preciso se preparar psicologicamente para mergulhar em um rio com água doce e em um mar de águas turbulentas.

Will Grayson é um garoto solitário. Qual dos dois? Bem, os dois são, mas um deles é mais solitário que o outro. Com pensamentos suicidas, depressivo e rejeitado, ele não consegue enxergar nada de bom na vida. Ele questiona sua própria sexualidade ao perceber que não se interessa por garotas, mas que sente algo diferente por um menino em especial. Sem ter com quem dividir esse segredo, Will guarda pra si tudo o que sente e suas conversas com Isaac, (o tal garoto especial) parecem ser a única coisa que o mantém a salvo de si mesmo. Sua 'melhor amiga' ou a sua 'menos pior amiga' Maura tenta tirá-lo desse buraco que ele chama de vida auto-destrutiva e acaba se apaixonando por ele, mas ela não imagina que ele nunca vai conseguir correspondê-la. 

Enquanto isso, a quilômetros de distância dali, um garoto chamado (coincidentemente) Will Grayson, também não leva uma vida fácil. Will também é rejeitado na escola, não só porque seu melhor amigo é gay, mas porque seu melhor amigo é Tiny Cooper, o cara mais gay do mundo. Ele sofre o típico bullying preconceituoso, que estamos cansados de ver nas escolas por ser o melhor amigo de Tiny. Esse Will não é gay, mas também tem uma séria dificuldade para lidar com seus relacionamentos. Especialmente quando surge uma garota por quem ele pode se apaixonar, ele tem medo de se envolver demais.

Os dois Will Graysons se encontram numa noite por acaso e os caminhos desses dois jovens parecem estar ligados. Um vê no outro o total oposto daquilo que ele mesmo é, e apesar de dividirem o mesmo nome são tão diferentes quanto podiam ser. Um livro que fala abertamente do descobrimento da homossexualidade na adolescência, do medo de se relacionar, da depressão, do preconceito e mais do que tudo isso, fala do amor. Não o amor entre os amigos, o amor entre o homem e a mulher, o amor entre dois homens ou o amor entre duas mulheres, o livro fala do amor, só. Único e universal.

Tiny Cooper é de longe o meu personagem favorito, um daqueles melhores amigos gays que você quer levar para casa e fazer festas do pijama, pintar as unhas, fazer o cabelo e fofocar muito. Ele se apaixona tão facilmente quanto respira e quer compartilhar com o mundo esse amor que ele sente tanto pelos garotos, quanto pela vida. Tiny vai fazer o possível para unir seu amigo Will Grayson com Jane, uma nerd superinteligente que combina perfeitamente com Will. O personagem de Tiny é aquele típico amigo que quer te ver feliz a qualquer custo e nossa, é impossível não se apaixonar por ele.

A nova edição da Galera Record traz uma capa maravilhosa que já tinha me conquistado antes da sinopse, e sua diagramação traz uma grande diferenciação de escrita quando muda de narrador, um Will escreve diferentemente do outro e é fácil identificar suas personalidades. John e David fizeram um trabalho impecável e engraçado. Além de passagens românticas, podemos encontrar muito do sarcasmo peculiar de John e as tiradas geniais de David, ou vice-e-versa. É um livro que toda essa geração deve ler, desde os mais jovens até os não tão jovens. Porque o mundo precisa de mais amor. Amor do único tipo que existe, pelo próximo, seja quem e como for.

"Você gosta de alguém que não pode retribuir o seu amor porque é possível sobreviver ao amor não correspondido de uma forma impossível no caso do amor uma vez correspondido." (p.56)

Sinopse: Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.

"Nosso milagre é diferente porque as pessoas afirmam que é impossível. Como está dito em Levítico: 'Homem não se deitará com homem.' (...) Mas ali não diz que homem não deve se apaixonar por homem, porque isso é simplesmente impossível, certo? Os gays são animais, satisfazendo seus desejos animais. É impossível para os animais se apaixonarem. E no entanto (...) Eu me apaixono e me apaixono e me apaixono e me apaixono e me apaixono." (p.330)

27 comentários:

  1. Eu amoooo o John, e sem dúvida esse livro já está na minha lista, mas você só fez aumentar a vontade de ler kkkkkkk Parabéns pela resenha :)

    ResponderExcluir
  2. Confissão: li só o comecinho e o final da resenha para não arriscar pegar spoiler, rs. Adoooro John Green e gostei muito de Todo Dia, do Levithan, então tenho muita vontade de conferir Will & Will. A expectativa é alta :)
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha realmente faz ficar com gostinho de querer ler...será meu próximo livro na lista!

    ResponderExcluir
  4. Desde que lançou sou louca para por as mãos nesse livro, mas nunca consigo tempo para isso!
    Estou louca para ler algo só do Levithan também, masss, kd tempo ):
    Sua resenha só me deixou mais curiosa sobre o livro, acho muito interessante esse enfoque na sexualidade, muitos jovens precisam de um apoio nessa fase da vida, e a literatura pode dar esse apoio, é lindo! rs

    http://livrologias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie :)
    Antes de ler sua resenha não tinha nenhuma vontade de ler esse livro.
    Li algumas resenhas que me desanimaram, mas depois dessa capa lindíssima e da sua resenha mal posso esperar para tê-lo em mãos *-*
    Adooooorei a resenha, Mari ♥
    Beijos
    http://cupcakedeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mari!
    Amei a resenha! Fiquei super curiosa por esse livro, até porque eu já tinha lido outros comentários interessantes sobre ele, mas agora tive uma visão um pouco mais profunda a respeito.
    Estou prestes a começar A Culpa é das Estrelas, vai ser minha primeira experiência com John Green.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari, tudo bem?
    O que falar sobre as suas resenhas em menina? São tão incríveis que dá vontade de ler tudo de novo assim que termino!
    Sou super curiosa para ler esse livro porque já li muita coisa positiva sobre ele, e também porque quero ler outro livro do John Green, só li A culpa é das estrelas até agora...
    Eu amei essa nova capa a Galera Record arrasou!
    Espero em breve adquirir e realizar a leitura desse livro!

    Beijão :*

    http://justonemomentt.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mari! Como vai?
    Que amor a sua resenha <3 Quis ler Will & Will antes mesmo dessa capa maravilhosa, entretanto a nova capa fez eu querer ainda mais. A história parece ser maravilhosa, sincera e fofa, apesar das críticas que eu vi; disseram que era confuso - pelo visto a nova diagramação ajudou nesse quesito - e sem sentido. Espero poder ler em breve!
    Beijos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Vou precisar dar mais uma chance para o John hahaha Adorei a resenha, fiquei bastante curiosa sobre o livro e com certeza vou ler. Adoro livros em que os personagens são sarcásticos. haha
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Faz tempo que não leio um livro que me faça rir bastante.
    Leio resenhas muito positivas desse livro, mas da forma como o Green virou modinha estou dando um tempo.
    A propósito, excelente sua resenha!

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  11. Ainda não tive a oportunidade de conhecer a obra dos dois autores, mas curiosidade não falta. Talvez esse não seja o livro mais aguardado, mas ainda assim já vi vários comentários positivos, como o seu, por isso a chance de aproveitar a leitura é muito grande. Belíssima resenha, por sinal. Parabéns!

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ooooi Mari :D
    Sempre tive vontade de ler esse livro e com essa resenha, agora que fiquei com mais vontade ainda. GOSTEI MUITO :D
    Beijos
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Me surpreendi com a nota que deu para o livro, sempre que ouço falar dele, as pessoas dizem que se decepcionaram e tals... Sua resenha renovou minha vontade de lê-lo, pois já havia até desistido. Espero me divertir e me emocionar tanto quanto você! rs

    Bjs
    http://expressaomodaeliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Acho que esse é o único livro que não tenho do John Green, mas sua resenha me deixou com muita vontade de lê-lo. A maioria das resenhas que li sobre esse livro não foram muito positivas, mas adorei a sua. Me deixou com vontade de lê-lo.

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Tenho muita curiosidade a respeito desse livro, mas ao mesmo tempo fico com o pé atrás porque tenho preguiça dos personagens criados por John Green, mas confesso que pela sua resenha eu fiquei com vontade de conhecer Tiny Cooper. Gostei da sua resenha, quero ler o livro um dia.

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  16. Oi Mari, tudo bem?
    Sabe que acho essa capa linda? Você já percebeu que vemos muito em filmes americanos e agora em livros, o problema de rejeição nas escolas? Isso me preocupa muito. Até porque já chegou aqui também. Qual é a raiz desse problema? Sinceramente, ainda não sei. Mas resposta é cristalina: o amor. Como voc~e mesma falou, o mundo precisa de amor.
    Linda sua resenha.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Mari

    Resenha pra lá de empolgada.
    Esse livro divide opiniões e o Tiny também. Alguns amaram, outros nem tanto. O fato é que essa divisão de opiniões não me ajudou a decidir ainda se vale ou não a pena ler esse livro.
    P.S.: Gostei bem mais dessa capa do que da primeira.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  18. Oiee.

    Estou super afim deste livro e espero poder ler ele logo.

    Beijos Fê :*
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu adorei este livro também!
    Nunca havia lido nada de nenhum dos dois autores e fiquei bem satisfeita com a experiência! Sempre recomendo este livro. É muito bom.

    Beijão, Van - Blog do Balaio
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/2014/05/promocao-o-amor-esta-na-banca.html

    ResponderExcluir
  20. Adorei a resenha, ri muito com esse livro
    http://livros-textos-e-mais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Estou com esse livro há um tempão lá em casa, mas ainda não criei coragem pra ler. Não sou a favor do homossexualismo, então tenho medo de me decepcionar com a leitura. =/ Mas sua resenha me animou, vou voltar a pensar nele pra ler em breve.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  22. Olá Mariana,

    Apesar da sua excelente resenha e das críticas positivas em relação a ele, não tenho vontade de ler....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oi Mari! <3
    Amo John Green, mas esse ainda não li. Pela sua resenha dá para perceber que é um livro daqueles que nos tocam fundo e nos fazem pensar. Adoro livros assim (apesar da ressaca literária que causam, rs).
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oi, Mari *-*
    Bom, eu AMO o John, estão sou suspeita para falar sobre os livros dele, já que adoro quase todos kkkk Mas voltando ao livro Will & Will, quando eu comprei ele, eu não sabia muito sobre a história, para falar a verdade nem a sinopse eu li kkkk Mas desde as primeiras páginas eu já me apaixonei pela história, ela é bem divertida, eu simplesmente adorei esse livro *-*
    Quanto a sua resenha, eu gostei muito dela, está ótima e acredito que quem não leu o livro ainda irá ficar com uma grande vontade de ler depois da sua resenha.

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
  25. Mari, me perdoe. Vim aqui, li sua resenha, e não comentei. Estou ficando louco com essa falta de tempo, preciso de um vira tempo.

    Sobre esse livro: s2s2s2s2s2s2s2s2
    Não tem como não amar a poesia brilhante que é esse livro. Os personagens foram metricamente construídos e a história flui que é uma beleza. Meu livro está todo marcado com milhões de citações lindas. Hahaha!

    Beijos,
    Juan Silva - http://asasliterarias.com/

    ResponderExcluir
  26. Will e Will, onde digo que é ai que surgiu meu amor pelo Levithan? É, o Will dele descreve uma parte da minha adolescencia

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Oi Mari!
    Já ouvi falar muito neste livro, confesso que já li a sinopse dele e pensei em comprar... Mas acabei comprando "A garota que você deixou para trás" de Jojo Moyes. Mas quem sabe agora eu terei coragem para lê-lo?
    Espero que sim :D Eita essa faculdade de letras está te fazendo bem hein!!! Cada dia que passa amo ler as suas resenhas :D
    beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...