julho 01, 2015

[Livros] A Promessa da Rosa - Babi A. Sette

Título Original: A Promessa da Rosa
Autor: Babi A. Sette
Editora: Novo Século
Páginas: 432
Gênero: Ficção, Romance Histórico
País: Brasil
ISBN: 9788542805550
Classificação★★★★★
_______________

Amor, ódio e a tênue linha que os separa. A Promessa da Rosa convida o leitor a sentir e viver a história junto com seus personagens, amar e odiar cada um deles, mas, principalmente, torcer por um final feliz. Um romance histórico que se passa no período vitoriano, o segundo livro de Babi A. Sette expõe mais uma vez sua habilidade, não só de contar histórias, mas de contar boas histórias. Com belíssimas descrições, cenas de tirar o fôlego e diálogos encantadores, A Promessa da Rosa promete ser um romance sensual inesquecível e, de fato, é. 

Logo nas primeiras páginas, acontece uma cena que vem a ser a mais importante do livro: O Baile de Máscaras. O baile, pode ser também uma metáfora que resume o livro, a vida. Estamos todos em um elegante baile de máscaras. Vivemos escondendo nossos sentimentos, controlando nossas emoções, com medo de como seremos julgados. Na Inglaterra vitoriana, onde a opinião pública no século XIX ainda era de extrema importância, portanto, tal metáfora não poderia ter sido mais clara. 

Esta história não é sobre um amor proibido. A Promessa da Rosa fala de um amor condenado pela opinião pública, pela intriga, pela inveja e principalmente, pelo destino. Em tempos antigos, rumores tinham poder de destruir reputações. Amar nem sempre era o bastante. Posição social, política, dote, honra, tudo isso influenciava a vida das jovens.

Kathelyn Stanwell nunca foi uma jovem comum. Rebelde, fora dos padrões, a garota desafiava as imposições que a sociedade lhe dava e vivia a vida do jeito como queria viver. Durante um baile de máscaras que prometia apresentá-la a sociedade, Kathelyn conhece um rapaz misterioso e se envolve em um perigoso jogo de sedução. Uma única noite, um beijo caliente e muito desejo vão transformar a vida desse casal para sempre.

Ambos tinham certeza de que nunca mais se encontrariam, mas quando o acaso os coloca frente a frente, as máscaras caem. E o que começou numa brincadeira inocente, se torna uma paixão incontrolável. Kathelyn descobre que o misterioso mascarado é ninguém menos que o Duque de Belmont, o solteiro mais cobiçado da Inglaterra. 

Em uma época de valores morais e tradições rígidas, a jovem Kathelyn não quer perder sua liberdade. Espevitada, atrevida e teimosa, a garota vive a vida sem pensar no que vão dizer. O problema é que as pessoas falam e falam muito e um deslize pode colocar tudo a perder. Enquanto decide se está pronta ou não para crescer, o mundo toma a decisão por ela e a responsabilidade despenca sobre seus ombros, esmagando-a. O que pode ser mais esmagador e ao mesmo tempo libertador que o amor?

Tanto o Duque de Belmont, mais um dos apaixonantes personagens de Babi A. Sette, quanto a própria Kathelyn provocam um misto de sentimentos no leitor. As inúmeras reviravoltas fazem com que nós os odiemos e os amemos em igual proporção. Claro, amei mais o Duque de Belmont por razões óbvias de ele existir ser um personagem muito mais intrigante encantador. Os sentimentos dos protagonistas e as máscaras que eles precisam usar para sobreviver nesta sociedade ferina se confundem e às vezes, nos enganamos quanto às suas reais intenções. 

Em uma bela narrativa histórica, Babi mostra sua versatilidade. Completamente diferente de seu primeiro romance, A Promessa da Rosa vai emocionar e conquistar os corações dos leitores de todas as idades e épocas. Se eu recomendo? Se meu nome fosse Rosa, eu te prometeria que você vai amar esse livro. De qualquer forma, sei que você vai!

"- Mostre que conhece mais do que eu sobre qualquer uma das peças que ganhei e ela será sua.
- É um convite?
- Um desafio.
- Se fosse um desafio de verdade, teria estabelecido um preço caso não consiga vencê-lo.
- O que eu desejo, não poderia pedir a uma dama." (p. 27)

Sinopse: Século XIX: status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. 

Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.

Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.

"- Eu vou tirar todas as suas roupas. - Uma trilha de beijos deixada no pescoço. - E vou lhe deixar nua sem nenhuma ilusão. - Outra labareda de fogo marcada em seu rosto através dos lábios dele. - E vou amar você com tanta intensidade que quando acabarmos, não restará nada seu que você não tenha revelado e nada meu que permaneça oculto." (p. 133)


12 comentários:

  1. eu amo de paixão romances de época e ja estou louca para ler esse! aguardo ansiosa para curtir tanto quanto você!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari,
    Vou te confessar que não sou muito de ler romances de épocas, mas ultimamente esses livros estão encantando os meus olhos. O Primeiro romance da Babi não me despertou um interesse tão grande quanto "A promessa da Rosa" está despertando agora. Quero muito ler e sua resenha só fez aumentar essa minha empolgação pela leitura desse livro. Espero gostar da historia tanto quanto você. :)

    Bjokas lindona!

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari, como é gostoso ler uma resenha que parece pegar a história, destrinchar e colocar tudo de maneira tão clara e incrível que a sensação que fiquei é que você é amiga dos personagens e claro, que você morou algum tempo na época em questão - risos- e o melhor de tudo isso? Sem dar spoilers, (nenhum mesmo) Já disse que sou fã de suas resenhas? A verdade é que elas transbordam sentimentos e algo a mais; algo que somente alguém que é verdadeiramente apaixonado pelas histórias consegue transmitir. Obrigada por mais uma vez ter deixado se envolver com os meus personagens e por ter vivido junto a eles; durante 432 páginas.

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari, tudo bem?
    Eu estou terminando esse livro e estou gostando bastante também!
    Deus do Céu, como a Kathelyn sofreu!
    A história é linda e a Babi, mais uma vez arrasou em sua história!
    A única coisa que me incomoda um pouco no livro é o fato do Arthur ficar chamando ela de Cabra, sério que raiva dele quando ele fala isso dela! rsrsrs

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari, tudo bem?
    Nunca linda nada da Babi, mas todo mundo fala tão bem dela que pretendo sim ler os livros! Antes de ler O pássaro, confesso que não curtia muito romances históricos, mas depois que entrei nesse mundo perdi o "preconceito" e confesso que tenho muito curiosidade, por conta da época e tudo mais.
    Com você indicando, a vontade só aumentou. Suas resenhas são demais <3 hahaa
    Beijos,
    Juliana Skwara
    http://julianaskwara.com/

    ResponderExcluir
  6. Oiiii!!!
    Nunca li nada da Babi, mas como ela é uma simpatia de pessoa, um livro escrito por ela só pode ser bom!
    Já ouvi falar muitas vezes bem da escrita dela e quero muito ler qualquer dos dois livros dela.
    Fico muito feliz com o sucesso de mais uma autora nacional!

    Beezuus
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    já ouvi falar deste livro, parece ser bem legal, mas ainda não tive oportunidade de comprar.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Heey!
    Eu não sou muito fã de romances 'modernos', por assim dizer, mas gosto muito de narrativas históricas, então acho que vale super a pena dar uma chance para esse livro rsrs
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
  9. Mariana!
    Além de gostar muito dos romances de época, saber que tem um Baile de máscaras no livro é totalmente conquistante pelos arquétipos que ele remonta.
    Sem contar que a Babi é uma pessoa educada e cheia de serenidade.
    “Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.”(Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  10. Ainnn Mari, toda vez que vejo uma resenha ou qualquer coisa desse livro fico doida. Preciso dessa leitura o quanto antes. Eu amo romances de época e quero saber o que a Babi construiu ^^

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  11. Achei linda esß capa ♡ adorei a ideia do baile de mascaras ser comparado com a vida uma grande realidade

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...