setembro 12, 2014

[Livros] Renascer de um Outono - Samanta Holtz

Título Original: Renascer de um Outono
Autor: Samanta Holtz
Editora: Novo Século
Páginas: 368
Gênero: Ficção, Romance
País: Brasil
ISBN: 9788542803600
Classificação★★★★★
_______________

Samanta Holtz é a minha autora nacional favorita, vocês estão cansados de ouvir isso. Não é de hoje que essa escritora talentosíssima conquistou um lugar especial no meu coração e na minha estante. Desde 2012, quando seu primeiro romance, O Pássaro, foi lançado, eu fiquei encantada com a escrita holtiana. Ano após ano, Samanta vem se superando e seus livros incríveis conquistam cada vez mais o coração dos leitores. Eu poderia ficar horas falando do quanto ela é simpática, meiga, solícita e atenciosa com os leitores, mas hoje quero compartilhar com vocês minha opinião sobre Renascer de um Outono, seu mais novo lançamento que definitivamente já figura a lista dos meus livros favoritos.

Um livro que fala sobre amor, perdas, superação, coragem e recomeços. Em Renascer de um Outono, Samanta Holtz traz mais um romance dramático que encanta e faz chorar. Sim! Faz chorar e muito. Os personagens apaixonantes, cenários extremamente bem detalhados e cenas recheadas de emoção me conquistaram por inteiro e por muitas vezes meu coração esqueceu de bater. 

O coração aliás, é um dos pontos mais importantes da narrativa. Digo isso em todos os sentidos possíveis, sendo ele um músculo involuntário, uma caixa onde se guardam os sentimentos ou a casa onde vive o amor. Em alguns pontos do texto, percebe-se que o amuleto da sorte da protagonista, Anna, é uma estrela. Depois de ler o livro, você vai entender que na verdade, seu maior amuleto é um coração. O seu próprio coração, puro e doce, que vai viver as melhores e as piores emoções e ainda assim deverá se lembrar de como continuar batendo.

Anna Hills vive em uma família que foi despedaçada pela dor. Após a morte da mãe, viver numa casa que traz tantas lembranças é insuportável. A jovem decide partir rumo ao seu destino e em meio a muitas desilusões, encontra o anúncio de emprego ideal. Babá. Anna não imagina, mas a garotinha Lauren, será um dos maiores desafios que ela vai encontrar. A menina é extremamente fechada e após a morte dos pais passou a ser cuidada pelo tio, Ricardo. 

Lauren rejeita a todos, em especial suas babás. Nenhuma delas deu certo, e Anna assume o emprego com medo de ser mais um fracasso em sua coleção. Enquanto tenta derreter o muro de gelo que separa a menina do mundo, ela se aproxima de Ricardo e encontra nele um amigo de verdade. Os dois se apoiam nessa amizade para enfrentar todo e qualquer desafio que venha pela frente.

Anna sempre nutriu uma paixão platônica por John, um garoto que estudava na mesma escola que ela, e por quem ela suspirava secretamente. Em uma série de acasos e coincidências do destino, a babá descobre que Ricardo é um dos melhores amigos de John, que agora é médico. Seu sonho de infância já não é tão impossível e aquele amor que por anos foi mantido em segredo, pode se tornar realidade. O problema é que, como dizia Forest Gump: 'a vida é uma caixinha de bombons' e nós nunca sabemos o que ela nos reserva. Anna vai viver um grande amor, um amor daqueles que está escrito nas estrelas.

Numa bonita lição de vida, Samanta traz personagens que estão interligados, e assim como seus destinos, costurados numa bela colcha de retalhos. Um livro ao verdadeiro estilo carpe diem que nos ensina que as coisas mais valiosas são as mais simples, que o amor é como o vento e que devemos aproveitar cada dia como se fosse o único, pois nós nunca saberemos quando ele de fato, será. Não sabemos. Nenhum de nós.

Anna amadurece muito no decorrer da narrativa e eu fiquei orgulhosa da evolução da personagem. Como na vida, cada acontecimento tem uma enorme importância no desfecho do livro, portanto, fique atento aos detalhes, não deixe passar nem um segundo. Essa aliás, é a moral da história: cada momento conta, cada lembrança boa e cada segundo voa. Você já amou alguém hoje? Já disse que o(a) ama? Recomendo esse livro maravilhoso de olhos fechados e espero que no fim da leitura vocês fechem os olhos e reflitam sobre suas próprias vidas e seus próprios outonos. 

"(...) O que fazer agora? Agora que descobrira que John era, oficialmente, carta fora do baralho?A não ser, claro, que algo muito miraculoso acontecesse - algo como ele perceber que me ama, terminar o noivado e resolver ficar comigo. Bem que podia acontecer uma reviravolta dessas, igual nos romances... mas a minha vida não era um romance. Ou talvez fosse, mas idealizado por um escritor muito, muito cruel... tipo o John Green." (p.166)

Sinopse: A vida aos dezoito anos está muito diferente do que Anna Hills havia sonhado. Sozinha em uma cidade estranha, reprovada no vestibular e demitida do emprego, ela enfrenta a difícil batalha para superar o desânimo e ir em busca de um lugar no mundo que possa chamar de seu. Determinada a deixar os fracassos para trás, Anna descobre nos classificados a vaga para baby sitter de uma garotinha que vive com o tio. No entanto, ela não imagina que aquele pequeno anúncio de jornal se tornará o passaporte para as maiores emoções da sua vida, colocando-a face a face com mudanças, escolhas e com John, o rapaz que amava em segredo desde a infância, em um encontro que os levará a desvendar o verdadeiro sentido do amor, da vida e da importância de fazer cada instante vivido valer a pena. Em uma tortuosa e apaixonante jornada, Anna descobrirá a força de uma grande amizade, a dificuldade de se conquistar o coração de uma criança e, acima de tudo, o poder transformador do amor, naquele que será o melhor e o pior outono da sua vida.

"- Às vezes eu me esqueço de como o universo é imenso - John comentou com os olhos no céu. - Se pensarmos bem, nossa vida aqui é tão insignificante...
-E é. Mas justamente por isso que existe o amor - expliquei. - Quando amamos, nossa vida passa a significar alguma coisa para alguém. E, assim, nos tornamos importantes, mesmo sendo apenas um pontinho no mundo." (p. 270)


8 comentários:

  1. Querida Mari,

    Que resenha mais liiiinda!!! Ameiiii!! Amei a forma como você contou a história, escolhendo com perfeição os pontos exatos a contar e aqueles a "esconder" do leitor para deixar como surpresa; a interpretação dos personagens, dos sentimentos e da evolução da Anna... e, claro, os trechos escolhidos!

    Fico muito feliz em saber que continuo sendo sua autora nacional favorita (<3!!!) e que Renascer de um Outono alcançou suas expectativas e seu coração :)

    Coração, aliás, que você disse bem... está presente no livro de todas as formas.

    Beijo enorme!!!

    Sam

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari, tudo bom?
    Já tinha ouvido falar da escritora, mas nunca da obra em si.
    O fato de ser um desses livros que te arranca muitas lágrimas é bastante positivo, ao menos para mim, que sou chorona de carteirinha, haha!
    Fico feliz por uma obra nacional ter um espaço tão bacana no seu coração <3
    Muito sucesso para a autora!!

    Beijinhos,

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  3. Oi mari

    Linda resenha, agora estou me perguntando porque ainda não li nada da Samantha até hoje. Parece ser uma grande autora e esse livro parece ser daqueles que marcam o leitor e ficam com a gente por muito tempo depois de terminar. Com tantos elogios preciso ler para ontem.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  4. depois de uma resenhas dessas fiquei muito curiosa! além disso é de uma autora que aprendi a admirar
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Linda sua resenha, nunca li nada da autora, mas tenho enorme curiosidade
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Não conhecia a autora, mas curti a resenha! Gosto desses livros que nos dão uma lição de vida!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Completamente apaixonada por suas resenhas e palavras tocantes. Você conseguiu me prender completamente ao longo texto, o que, as vezes, quase ninguém consegue. O que me fez parar para realmente saber mais sobre a obra foi esta {deslumbrante} capa, que combinou todos os tons que gosto. Outono é uma estação linda, e acredito que essa leitura possa trazer uma reflexão imensa.
    Já está na lista dos desejados! <3
    Paula, Poetisa & Literária

    ResponderExcluir
  8. Caso ainda não conhecesse o incrível trabalho da Samanta ou não tivesse interesse pelo livro, isso teria mudado radicalmente com a sua resenha. Quantas belíssimas palavras e quanto amor ao falar sobre um livro que te marcou profundamente. Parabéns por uma resenha perfeita!
    Ainda não li "Quero Ser Beth Levitt", o que pretendo corrigir nas próximas semanas, mas já estou muito ansioso por "Renascer de um Outono". Desde que li a sinopse percebi que a história tem tudo para ser única e, como a própria autora disse, pode nos ensinar a "a renascer em nós mesmos". Essa mensagem não pode ser ignorada por ninguém!
    Fico feliz que tenha gostado e espero sentir esse mesmo encanto!

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...