abril 24, 2015

[Sobre] #3 Livros: apenas uma fuga da realidade?


Realidade. Uma palavra que traz um significado concreto, apesar de ser um conceito abstrato. O que é real? Qual é o limite da minha realidade para a do outro? Como eu posso saber que algo é ou não de verdade? Perguntas filosóficas às quais você provavelmente já tentou responder e não conseguiu. Provavelmente, nunca conseguirá.

Existem convenções que estabelecem limites entre o real e o imaginário, mas nós leitores sabemos que esses limites não são exatamente reais para nós. Ficção e realidade se fundem, não no mundo exterior, mas no nosso interior. Como eu posso dizer que o luto por um personagem é menos real que o luto por um conhecido ? Eu senti dor nos dois casos e sofri da mesma forma - talvez não na mesma proporção, mas com o mesmo sentimento.

Todos os leitores assíduos se reconhecem na famosa frase do personagem Severus Snape de J.K. Rowling: "... é real para nós." É real, porque os conceitos que delimitam a minha realidade não conhecem limites. Muitas vezes, o mundo dito 'real' pode não ser perfeito, e nessas horas, nas páginas de um livro eu me refugio. Tudo é mais mágico, mais fantástico e mais bonito, mas nem por isso menos real. 

É claro que não devemos "...viver sonhando e esquecer de viver", como já disse o sábio Albus Dumbledore, mas é preciso equilíbrio entre um mundo e outro. A vida com muita realidade enlouquece, e a vida com muita ficção aliena. Escapar, às vezes, faz bem e confesso, escapo muitas vezes. Quando as coisas estão difíceis, eu entro no guarda-roupas e vou para Nárnia. E quando eu volto, tenho mais certeza do que fazer, mais coragem e mais força de vontade para enfrentar as Feiticeiras Brancas que aparecem na minha vida.


Ler nos ensina a ter compaixão. Nos colocamos no lugar do protagonista, tomamos suas dores, o entendemos, como se fôssemos o próprio personagem. Quem lê é mais compreensivo, procura entender o outro. Além disso, conhecemos lugares, histórias, diferentes pontos de vista e assim, podemos viver mil vidas em mil páginas. As histórias nos afastam da realidade, para depois nos trazerem de volta um pouco mais sãos e um pouco mais sábios, talvez. 

Por isso, entre no guarda-roupas para Nárnia, pegue o Expresso de Hogwarts, faça sua própria seleção, mochile pelas galáxias, fuja da sua cidade de papel, saia em busca do seu Grande Talvez, esqueça o tempo, ele não é nada. Coloque a culpa nas estrelas, seja um cavaleiro, roube palavras, ame-as. Apaixone-se como num romance de Nicholas Sparks, chore como num livro de Jojo Moyes, seja um tributo, seja divergente, corra ou morra, sonhe e acredite. Saia em busca de uma aventura, pequeno hobbit. É real!

12 comentários:

  1. Eu amo ler, adoro os livros, me perco nas histórias, mas não chego a sofrer tanto por um personagem, se um personagem que eu amo acaba morrendo eu vou é pegar raiva da série/livro.

    Mas é real pra mim também!

    Adorei o post!


    Estandy Books - A Estante da Andy

    ResponderExcluir
  2. Amei esse seu texto, o final foi lindo, e pelo que entendi dele é que leia o que for, mas se permita viajar pelo mundo das páginas. Amei.

    bjs flor

    ResponderExcluir
  3. Nossa... O último paragrafo me emocionou aqui ;-! Texto lindo, Mari! Eu amo ler pra sair da realidade e também para sonhar. Sonhar que estou vivendo outra vida, mesmo que esta se passe no nosso mundo mesmo. Me apaixono pelos personagens como se eles estivessem ao meu lado... E sim, é realm. S2
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oiii, amei sua postagem e super concordo. Apesar de que na minha vida, livros e realidade andam juntos (vida de autora é assim, hahahha) . Um faz parte do outro. Livros são mágicos. Nos levam para outros mundos. E sim, quem lê costuma ser muito mais compreensivo, pq vive várias vidas em uma só =D
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Mariana,
    Nós do Blog Coisas de Um Leitor te indicamos em uma TAG. ;-)
    Confira http://coisasdeumleitor.blogspot.com.br/2015/04/tag-7-coisas.html
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Mari-linda!
    Texto excelente!
    "Nos colocamos no lugar do protagonista, tomamos suas dores, o entendemos, como se fôssemos o próprio personagem. " E como sentimos suas dores, comemoramos suas alegrias, vivemos seu luto... é real para nós!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  7. Nossa, Mari! Que texto esplendido! Amei, de verdade!
    Não acho que os livros sejam apenas uma fuga da realidade, até porque, como tu mesma disse (e Severus também) é real para nós.
    Nunca me emocionei tanto com um personagem a ponto de comparar com uma dor de perder um familiar ou até mesmo um amigo. Mas sim, a dor é a mesma, então nesse ponto eu concordo contigo.
    Mesmo que tenha gostado de todo o texto, gostei especialmente do último parágrafo!
    Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
  8. OMG, que texto mais AMOR!

    Muito bom ler um texto tão bem elaborado assim em plena terça-feira... Eu concordo com cada linha escrita. E realmente não devemos esquecer de viver. O mundo de verdade está lá fora nos aguardando. E também acredito que livros nos fazem voltar mais sábios à realidade. Tem o poder de nos fazer enxergar o mundo com outros olhos.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  9. Olá. Amei este texto.
    Realmente ler é enxerga a vida de outra forma mas sem deixar de viver o real. Quando lemos aprendemos e vivemos muita situação sem nem ao menos passar por aqui. Para mim ler não é querer viver em outro lugar ou fugir do real. É sentir a escrita do autor, sentir as emoções dos personagens. Senti cada linha do livro.
    Beijos e continue escrevendo <3.

    ResponderExcluir
  10. MA-R-I-A-N-A UAU...
    Que texto maravilhoso é esse? Pelo amor né querida, quer me deixar desmaiada com esse texto lindo ♥.
    Poxa Mari, inveja branca dessa sua escrita maravilhosa viu! Você deveria escrever um livro, sério!
    Eu adoro me perder entre as páginas, e quem quiser que me julgue mas para mim é real!
    Eu rio, eu choro, eu torço por um casal, tenho vontade de matar alguns personagens e tento me inspirar em outros!
    Para mim é real, e forte e é lindo!

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  11. Parabéns Mari, cada dia viro mais tua fã, da tua opinião e da maneira de como enxerga o mundo! Texto lindo, que só reflete o que tua alma grita ♥ Amei!

    Beijos Joi
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  12. Fiquei encantada com o seu texto
    E é a mais pura verdade que só consegue entender quem já se perdeu em uma boa historia
    Eu também sou assim, as vezes estou tão cansada da vida real que preciso ler um pouco para relaxar e escapar um pouco
    O ultimo paragrafo com os exemplos dos livros ficou ótimo
    Já estou seguindo ;)

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...