março 28, 2016

[Resenha] O Leão Ferido - Mia Sheridan (Signos do Amor #3)

Título Original: Leo's Chance
Autor: Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
Gênero: Ficção, Romance, New Adult
País: EUA
ISBN: 9788580414899
Classificação: ★

_______________

Terceiro volume publicado no Brasil da série Signos do Amor, O Leão Ferido de Mia Sheridan conta a história de O Coração do Leão sob o ponto de vista de Leo. A mudança de perspectiva fez bem à narrativa e trouxe ainda mais profundidade a este personagem tão incrível. É um livro mais denso que seu antecessor e fala, dentre outras coisas, sobre o abuso sexual que o protagonista sofreu e suas consequências psicológicas.

Um tema polêmico, o abuso sexual de garotos menores de idade por mulheres mais velhas é ainda muito evitado pela mídia. A discussão concentra-se no fato - absurdo - de que os garotos (repito, as vítimas) corresponderiam ao estímulo sexual e, por isso, não seria abuso. Tal declaração é tão ignorante quanto injusta tendo em mente que o corpo humano reage a estímulos involuntariamente. Como alguém dá condição para abuso sexual? Isso não existe.

Resgatando as memórias do protagonista, somos levados a alguns momentos traumáticos de seu passado. As dolorosas recordações são parte da sua recuperação. Como confiar novamente em alguém quando a única pessoa que deveria cuidar do seu bem-estar, abusou de você física e psicologicamente? É difícil conhecer os traumas, os medos e os conflitos internos de um garoto que fez o que podia para se autodestruir e, assim, tentar acabar com seu sofrimento e sua culpa. 

Evie sempre foi a única esperança para Leo. Mesmo nos piores momentos, a lembrança da garota que roubou seu coração era o que o trazia de volta à vida. Evie o conhecia, enxergava coisas que ninguém nunca notara e, principalmente, o aceitava como ele era. O medo e a culpa por nunca ter impedido as coisas horríveis que fizeram com ele, fizeram com que Leo decidisse se tornar outra pessoa e quando fugir não era mais o bastante, ele tentou acabar com sua vida.

Sua chance de redenção é reencontrar o grande amor da sua vida e recomeçar a viver. Com a ajuda de um simpático doutor, Leo vai se tornar novamente o guerreiro corajoso que sempre foi. As características do leão - animal que simboliza o signo homônimo - são bem evidentes na postura do protagonista, desde seu comportamento possessivo até seus instintos aguçados. Os trocadilhos que autora faz envolvendo Leo e seu signo são inteligentes e descrevem perfeitamente os leoninos. Desde a aura sensual e narcisista até as atitudes impulsivas e agressivas. #souleoninabeijos

Apesar de não apresentar uma história nova, Mia Sheridan nos dá um novo olhar sobre a história de amor que já conhecíamos. O passado traumático de Leo quase o jogou em uma jaula sem chaves, mas uma força instintiva o guiou até uma domadora de leões que fez com que ele, de alguma maneira, se libertasse de suas correntes. Não importa o quão ameaçadora a vida possa parecer, sempre existe esperança, força e amor.

"- (...) É que isso parece tão injusto...
Com um ar triste, Alana abaixa os olhos. Ficamos os dois em silêncio por um longo minuto, até que eu falo:
- Do meu ponto de vista, talvez não seja exatamente injusto, e sim inacabado. Se parar no meio de um monte de histórias, elas vão parecer injustas. Você ainda está no meio da sua." (p. 68)

Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Esta história se baseia na mitologia de Leão e fala sobre as segundas chances que a vida nos dá. Leo se apaixonou por Evie quando os dois ainda eram crianças, no lar adotivo temporário em que viviam. No futuro difícil que parecia guardado para ele, a única certeza de seu coração era que nada jamais o afastaria daquela garota. 

Mas, na adolescência, ele foi adotado e teve que se mudar para outra cidade. Durante oito anos eles ficaram afastados contra a vontade e, nesse tempo, Leo precisou superar muitos obstáculos – sobretudo os problemas criados pela mãe adotiva – para se tornar o homem que merecesse Evie e pudesse finalmente buscá-la. 

O reencontro, porém, não foi fácil e Leo teve que se esforçar para se reaproximar de Evie, reconquistar seu amor e, com sua ajuda, deixar para trás toda a tristeza de uma infância de abandono. Em O Coração do Leão, Evie narrou seu lado desse romance. Agora, em O Leão Ferido, é a vez de Leo contar tudo o que lhe aconteceu e revelar o desfecho dessa história de amor.

"- Não fiquei bem por um longo tempo, mas cheguei a um ponto em que as coisas melhoraram. Hoje em dia percebo que há muitos caminhos na vida. Alguns deles nós escolhemos. Outros são escolhidos para nós. Tive minha parcela de culpa, como acontece com todo mundo, e também fiz algumas péssimas escolhas. Tenho que assumir a responsabilidade por isso. Mas a única coisa que conseguimos ao ficar cogitando como nossa vida seria é chegar a perguntas sem resposta e a uma tristeza que não pode ser curada. Não importa como chegamos aonde estamos, tudo o que podemos fazer é seguir desse ponto em frente." (p. 104)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...