janeiro 19, 2016

[Livros] After - Depois do Desencontro - Anna Todd (After #3)

Título Original: After We Fell
Autor: Anna Todd
Editora: Paralela
Páginas: 416
Gênero: Romance, New Adult, Hot
País: EUA
ISBN: 9788565530866
Classificação★★★☆☆
_______________

Ah, essa série que eu amo odiar e odeio amar. Já é incrível perceber como um livro pode despertar sentimentos tão contraditórios no leitor, mas After vai além disso, é uma representação alegórica de si própria. A série, que envolve infinitas reviravoltas e caminha numa montanha-russa emocional, é um perfeito retrato de seu protagonista. Hardin é viciante, intenso, bipolar, irritante e você quer desistir dele, mas sempre espera que as coisas melhorem, After também é tudo isso. E você continua lendo. E por isso é tão genial.

No terceiro livro da série, o relacionamento problemático e abusivo de Hardin e Tessa está ainda mais irritante. O casal que briga por qualquer coisa agora lida com mais crises de ciúme e com as lembranças do passado obscuro de Hardin. Tessa decidiu - se é que aquela anta decide alguma coisa - se mudar para Seattle, mas simplesmente ainda não contou isso para seu Hardin. Organizando tudo em segredo, ela não vê problema em esconder isso do seu namorado psicopata. Porém quando ele descobre tudo e da pior forma possível, os dramas desses dois só triplicam e a - pouca - sanidade mental de Hardin vai por água abaixo.

A partir daí, o galã faz tudo - tudo mesmo - para manter Tessa ao lado dele. Doentia, absurda, abusiva, a relação deles que já não era saudável vira um verdadeiro show de horrores. O garoto controla com quem a namorada conversa, de quem ela é amiga, a humilha e quer decidir também sobre o futuro dela. Por algum motivo Hardin não aceita se mudar para Seattle e, independentemente do que Tessa quer, ele decide que ela não vai.

Um cabo de guerra entre duas pessoas inseguras, possessivas e egoístas, Depois do Desencontro é um dos livros mais frustrantes da série justamente porque o casal principal não evolui nada. Tessa afirma que vai para Seattle de qualquer jeito, mas não percebe o quanto o comportamento controlador de Hardin a afeta e a desestabiliza. A jovem até começa a questionar as "ordens" do mimado, mas ainda não tem firmeza para se impor. Porra, Tessa.

Enquanto isso, Zed continua por perto, disponível e a postos para recolher os pedacinhos de Tessa quando ela perceber o quão tóxico Hardin é. Mas ela não percebe, nunca vai perceber porque já está intoxicada e precisa tanto de tratamento psicológico quanto ele. Zed está na friendzone, e lá, o máximo que consegue é tomar uns socos do ex-amigo. O personagem inspirado em Zayn Malik já era o meu favorito antes, mas neste livro, consagrou sua posição. Que cara incrível, obrigada Anna Todd por ter criado ao menos um personagem que vale a pena amar.

Uma pessoa também ressurge para complicar ainda mais os dramas desse casal. Richard, o pai de Tessa que estava desaparecido há nove anos encontra sua filha e esse reencontro vai mudar para sempre a vida da garota. Bêbado e morador de rua, seu pai é o oposto do que ela conseguia se lembrar, mas talvez ela possa apagar as lembranças antigas e construir novas. Quem não gosta nada disso é Hardin, sua superproteção beira a loucura quando ele tenta afastar Tessa do próprio pai.

Há muitas reviravoltas neste terceiro volume e algumas coisas vão mostrar ser completamente diferentes do que pensávamos. Altos e baixos, revelações e muito drama permeiam as mais de quatrocentas páginas de After e, apesar de muito frustrante, é um livro que retrata a cruel realidade dos relacionamentos abusivos. Todo abuso tem uma raiz - do que é abusado e do que abusa - e After explora ambas à exaustão. É cruel ver como um garoto ferido se tornou um psicopata egoísta e frio e, talvez por isso, todos esperemos a redenção de Hardin - assim como o final da série.

Sei que essa pode parecer ser uma resenha negativa, mas não é. After tem seus inconvenientes, mexe em feridas, as deixa cicatrizar e as abre apenas para cutucá-las de novo. Anna Todd esfrega um comportamento abusivo na cara da sociedade e faz com que garotas idealizem esse tipo de relacionamento, mas seu propósito é justamente o contrário. 

Existem muitas histórias de amor por aí afora e poucas delas retratam como o amor pode ser cruel quando não se sabe amar, mas se há algo que Hardin e Tessa sabem é que isso não é normal e que eles são tóxicos um para o outro. Ter consciência disso e aceitar que é preciso mudar é um começo. Algo que muitos dos que vivem nesse tipo de relacionamento na vida real nunca conseguirão fazer. Todos temos consciência de que esse livro fala sobre pessoas doentes - psicologicamente - e todos buscamos sua cura, nem que seja esperando pelo próximo volume.

"- (...) Não tenho mais disposição para viver drama atrás de drama. Estou começando a achar que ele é um caso perdido, e isso parte o meu coração - digo fazendo força para não chorar.
- Ninguém é um caso perdido. A gente só pensa assim para não se dar ao trabalho de tentar." (p. 191)

Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu charme de bad boy — seria o único capaz de fazê-la esquecer das dificuldades, mas até ele se vira contra Tessa quando descobre o segredo que ela vem guardando. Se este casal intenso e apaixonado já vivia por um fio antes, agora os obstáculos são maiores do que nunca. Depois do desencontro, essa história de amor sobreviverá?

"- Sabe qual é o seu problema, Theresa? Seu problema é que você lê romances demais e acaba esquecendo que é tudo um monte de baboseira. Não existe nenhum Darcy, nenhum Wickham, nenhum Alec d'Urberville, então vê se acorda e para de querer que eu vire uma porra de um mocinho saído de um livro, porque isso não vai acontecer, caralho!" (p. 276)


4 comentários:

  1. Olá, estou seguindo seu blog e acabei de criar o meu, gostaria de te convidar para visitar e se quiser seguir também.
    http://leitoresapx.blogspot.com.br/
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Uma casal que vive brigando não cansa não?
    Sei lá, acho que quando há muita briga, a relação fica cansada, até para quem está lendo.
    Porém como foi sucesso no Wattpad e agora os livros estão explodindo, talvez até desse chance na leitura.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Mari... Eu já cansei só de ler sua resenha! Hahahaha
    Imagino o quão exaustivo foi essa leitura.

    É muito chato ler um casal que não é legal e ficar esperando uma melhora que não chega nunca.
    Espero que você tenha uma história melhor nos próximos livros.

    Bjs!

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Amo essa série. Tem que ter paciência para o desenvolvimento da história. De pouquinho em pouquinho você vai vendo o amadurecimento dos personagens. É isso que eu amo em after. Uma linda história ��

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...