março 02, 2017

[Livros] Sem Esperança - Colleen Hoover (Hopeless #2)

Título Original: Losing Hope
Autor: Coleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 320
Gênero: Ficção, Romance, NA
País: EUA
ISBN: 9788501065124
Classificação★★★★★
_______________

Continuação de um dos meus livros favoritos da vida inteira, Sem Esperança também conquistou meu coração, assim como seu protagonista. Na resenha anterior - de Um Caso Perdido - eu já havia dito o quanto Dean Holder significava para mim, conhecer o ponto de vista dele, só me fez amá-lo mais. Uma das tramas mais pesadas e tristes que já pude ler, a trilogia Hopeless desperta os sentimentos mais intensos e pensar nessa história sempre me faz chorar. Muito. 

Tendo como referência a narração dos acontecimentos por Holder, temos uma percepção mais abrangente sobre o estrago que uma ação pode causar na vida de todos ao seu redor. O ponto de partida para toda a destruição - conhecido ao final do livro anterior - é dolorosamente narrado e sentimos, novamente, o sofrimento por tamanha crueldade. 

Como o livro foca em Dean Holder, acompanhamos os primeiros anos após o desaparecimento de Hope e a trágica morte de sua irmã, Less. O suicídio de Less é uma das cenas mais tristes e a culpa que o irmão carrega por não ter conseguido salvá-la é palpável, tão forte quanto o motivo que a levou a tirar sua própria vida. 

Enquanto a narrativa aborda temas densos e complexos, também traz a beleza da paixão adolescente. Holder e Sky se apaixonando, descobrindo aos poucos quem são e curando um ao outro. Se há sofrimento demais nesse livro, há também amor demais. Colleen Hoover sabe manter o equilíbrio entre a dor e a felicidade, entrelaçando-os e mostrando que um não caminha longe do outro. Dean Holder transborda sensualidade, compreensão e coragem e ele é a única pessoa capaz de trazer esperança de novo à Sky. As muitas metáforas envolvendo os nomes dos protagonistas são claras e trazem ainda mais complexidade às personalidades de cada um.

Apesar de ser uma tendência nos livros da autora, a forma como a morte é abordada sempre é diferente. O suicídio não é julgado, exaltado ou criticado. Os fatos são apresentados e a história é contada e ela é tão real e tão triste que comove qualquer um que tenha um coração. Um Caso Perdido e Sem Esperança são livros que me fazem querer olhar para o céu e contar as estrelas para esquecer o quão cruel o mundo é, mas ainda assim, mostram que a esperança continua viva.

"- Vou lhe avisar uma coisa - digo, abaixando a voz. - Assim que meus lábios encostarem nos seus, vai ser, sim, seu primeiro beijo. Porque, se nunca sentiu nada enquanto alguém a beijava, então ninguém jamais a beijou de verdade. Não da maneira como eu planejo beijá-la." (p. 144)

Sinopse: Assombrado pela culpa e pelo remorso por não conseguir salvar Hope nem Less, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva. Mas, quando finalmente se depara com Hope depois de tantos anos, não poderia imaginar que o sofrimento seria ainda maior após o reencontro. Em Sem esperança, Holder revela como os acontecimentos da infância de Hope, que agora se chama Sky, afetaram sua vida e sua família, fazendo-o buscar a própria redenção na possibilidade de salvá-la. Mas é apenas amando Sky que ele finalmente será capaz de começar a se reconciliar com si mesmo.

"Nos próximos minutos, ficamos completamente perdidos no que parece a perfeição absoluta. O tempo parou completamente e, enquanto nos beijamos, só consigo pensar que é isso que salva as pessoas. Momentos assim, com pessoas como ela, fazem todo o sofrimento valer a pena." (p. 218)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...