janeiro 07, 2014

[Livros] Uma Curva na Estrada - Nicholas Sparks

Título Original: A Bend In The Road
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Gênero: Romance, Ficção
País: EUA
ISBN: 9788580411157
Classificação★★★★☆
_______________

Mais um livro do tio Nick que me conquista. Não da mesma forma como uma Longa Jornada ou À Primeira Vista, mas este também conseguiu um lugarzinho de destaque na minha estante e no meu coração. 

Sempre que leio um livro do autor digo a mesma coisa: o livro é recheado de clichês românticos. Sim, essa é a base da escrita do Sparks. Então, se você achou algum dos livros dele melosos, possivelmente achará todos. Eu acho que esse romantismo idealista faz nós mulheres nos identificarmos com suas obras. Afinal, quem não quer viver um grande amor como os dos livros sparkianos?

Eu sou fã de carteirinha do autor e claro, sempre teço elogios à seus livros. Fazer o quê se quase todos os que li dele me conquistaram? kkk. Com esse não foi diferente, apesar de muita previsibilidade eu sempre consigo me surpreender com algo nos livros dele. Ele nos mostra um amor tão puro, tão sublime, tão encantador. Por mais que em suas obras eu sempre veja: Carolina do Norte, casal, morte, amor eterno, eu nunca vou cansar disso. Porque é o tipo de leitura que me faz refletir, que faz ver que a vida não dura pra sempre. Mas que o amor pode durar.

Em Uma Curva na Estrada nós encontraremos um pai viúvo que batalha para criar seu filho. Sub-xerife e defensor da lei, Miles também não consegue se conformar com a morte da esposa. Ela foi atropelada e o criminoso fugiu sem prestar socorro. Miles não se perdoa por nunca ter encontrado o culpado e não vai sossegar até fazer com que ele pague pelo sofrimento que causou.

Anos após o acidente, seu filho Jonah passa a ter problemas na escola e a sua professora, Sarah, decide conversar com Miles. Os dois se encontram algumas vezes e assim surge um sentimento inesperado. É uma nova fase na vida de Miles. Ele deve tentar guardar o passado numa caixa de recordações e deixar o amor voltar à sua vida.

O que o casal não espera é que um grande segredo os une e também os distancia. A trama bem elaborada de Sparks nos guia à um final esperado, porém isso não tira à beleza do livro. Aprendemos com Sparks muitas lições e a mais importante delas nesse livro, é que é preciso perdoar a si mesmo para se permitir seguir em frente. Recomendo a leitura sem moderação! 

"O que quer que viesse a acontecer entre Sarah e ele, as coisas estavam mudando. Ele estava mudando. Mas por que aquilo parecia tão assustador?
A resposta pareceu chegar pela tela cheia de chuviscos da televisão.
E o que ela pareceu lhe dizer foi que talvez o motivo fosse o fato de ele ainda não haver descoberto o que realmente acontecera a Missy." (p. 89)

Sinopse: A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. Nesta obra, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar.

"Quando seus rostos se encontraram, foi como se nada mais no mundo tivesse importância. O beijo foi demorado e, quando terminou, Miles abraçou Sarah, enterrando o rosto em seu pescoço, depois lhe beijou o ombro. 
Sarah sentiu um calafrio e deixou o corpo pesar sobre o dele, saboreando a sensação de segurança daqueles braços enquanto o resto do mundo seguia seu curso." (p. 129)


18 comentários:

  1. Eu sempre fujo dos romances do tio Sparks, tanto que o único que tenho é Um Homem de Sorte, que GANHEI, e que algum dia me obrigarei a ler, porque foi presente da Dona Sorte, de um sorteio que nem sabia que estava participando.
    Não gosto desse sentimento de perda, de angustia que os romances me dão. Os poucos romances que li foram porque o instinto falou mais alto. Não me arrependo de tê-los lido, nenhum pouco, mas é essa tristeza que eles me deixam que eu não gosto de sentir.
    Uma coisa é certa, queria ter a velocidade do Sparks para escrever livros. Quase todo ano sai um, é incrível.
    A velocidade/ produtividade dele e do Ray Bradbury, a diversidade da Meg Cabot, o tato e o cuidado com as palavra da Jojo Moyes + Clinford Chase + Patrick Rothfuss. Ou seja, eu queria ser badass e awesome como todos eles juntos, mas enquanto isso eu sou só eu mesmo, hahahaha!

    Beijos,
    Vanessa T.

    ResponderExcluir
  2. Eu, infelizmente entro na parte do "se você achou algum dos livros dele melosos, possivelmente achará todos". Minha única expediência com o Sparks foi com "A última música" e foi uma leitura um tanto lenta e arrastada, por isso não me arrisco mais. De qualquer maneira, adorei a resenha. Parece um bom livro pra quem curte romance.

    ResponderExcluir
  3. Tenho certeza que assim como Um ano inesquecível e Diário de uma paixão, irei chorar horrores com esse! Apesar de como você falou, quase todos os livros possuem as mesmas coisas: amor eterno e uma morte no final, eu não me canso dessa temática do Nicholas. Apesar de meu gênero favorito ser ficção, eu AMO romances. E os livros do Nicholas são de uma beleza delicada e maravilhosa. Já estou incluindo este livro na minha lista!

    ResponderExcluir
  4. Eu estou com esse livro aqui em casa faz um tempo e ainda não o li, depois dessa resenha maravilhosa deu vontade de fazer dele a minha próxima leitura haha !

    <3

    Beijos da Di.
    Parte de Minha História

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mari! Como vai?
    Bem, eu li tanta crítica negativa sobre Uma Curva na Estrada que estava até desistindo do livro, entretanto você me animou. Disseram que o tio Sparks tentou colocar um pouco de romance policial e não deu nada certo. Fico feliz por você ter gostado! Uma pergunta: nesse livro não tem Bíblia? Porque uma coisa que não falta nos livros dele é a Bíblia hahahah Mesmo com mortes e pá, amo <3 Talvez eu leia esse livro, parece bem interessante. Quer dizer, é Nicholas Sparks, né.
    Beijinhos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Káh! kkk Não nesse livro a Bíblia nem é citada. Também não gosto muito desses lances muito religiosos. Nos forçam a crer no que os autores creem e não é nada sutil. Mas nesse livro não percebi isso não ;D Dá uma chance sim, apesar de previsível .. é fofo e é o tipão do tio Sparks :D

      Beijos! <3

      Excluir
  6. Oiee Mariana =)
    ai ai ai amiga, você posta tantas resenhas do Sparks, táh, não são tantas, mas algumas e eu ainda estou com bico pro lado dele, sabe que não sou fã e que já fiquei muito DECEPCIONADA com o livro dele, Um amor para recordar, por isso não o leio... mas tuas resenhas me cativam, tenho aqui um porto seguro, talvez eu venha ler.
    Esse aqui quem sabe... fato é que como sempre, fez uma resenha linda *oo*

    Feliz 2014 e Beliscões carinhosos da Máh ♥
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana


    ResponderExcluir
  7. Olá, Mari.
    Assim, não curto Sparks, li dois livros dele e detestei.
    LI: "Querido John", e "Diário de uma paixão', acho que é esse nome.
    Achei tão "mesmice", e sem graça...
    Mas, conheço gente que ama, e tals
    Obrigado pelo comentário lá no blog.
    e fiquei feliz em saber que cê também é espírita *-*

    http://incriativos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Adorei o seu blog.
    Muitas boas idéias, posts e conteudo.
    Adorei a organizacao.
    Comecei meu blog a pouco tempo,mas o objetivo é realmente um dia ter um blog como esse hahaha.
    E quanto ao livro, parece bem interessante, nunca tinha ouvido falar, mas vou pesquisar!

    Beijinhos,
    www.mypublicbookshelf.blog.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Mariana!
    Sou super suspeita, pois adoro Nicholas Sparks. É como você disse, as histórias são clichês, mas sempre acabam nos surpreendendo!
    Ainda não li Uma Curva na Estrada, mas está na minha fila de leitura! =)
    Beijos

    Aline
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha... mas nunca consigo criar coragem pra ler Nicholas, é sempre tão "chorante", kkkk! Quem sabe agora não crie coragem? ;) Amei seu blog! Bj!
    http://mygirlyandbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. que resenha otima!! eu ainda nao li, mas lerei esse ano... pq esse ano vou completar minha coleçao de nicholas *-------* ja tenho 9 :D :D
    tbm amo os romances cliches e melosos do nicholas... nao sei como alguem nao gosta *-*
    beijao!

    ResponderExcluir
  12. Oi Mari!
    Sempre fujo do Sparks, mesmo tendo vários aqui para ler, meio que um pré-conceito. Mas agora eu juro que vou ler! Tenho que ler. hahah poxa, 5 estrelas? tem que ser muito bom.

    Beijão!
    www.enfimepilogo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Nunca li um livro do Nicolas.

    Tenho medo de não gostar.

    Homem também pode ler? Ou são muito femininos?

    Seguindo.

    http://enquantoestavalendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Li O melhor de mim, e confesso que fiquei apaixonada pelo livro... Creio que se for ler esse também, ficarei mais rsrsrs Obrigada pela dica, entrará, e sem dúvida, na minha listinha :D

    ResponderExcluir
  15. E eu até hoje não li nenhum livro do Sparks =O
    E fico com medo de ler, conheço muitas pessoas que não gostam, aí fico na dúvida!
    Mas quero conhecer algum também, e esse parece ser bom!

    ResponderExcluir
  16. Nicolas Sparks.. tem como não amar?
    todos os livros dele são clichês e previsíveis, mas sabe com eu combato isso? Não leio as sinopses. Assim consigo me surpreender um pouquinho!
    Quando iniciei Uma Curva na Estrada fiquei com muito medo de não gostar. Sei lá.. mas eu amei ♥
    Não é o meu preferido dele, mas tem o seu espacinho no meu coraçao haha

    obs, você gostou mesmo de A primeira Vista? eu achei ele chato na maior parte do tempo.

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  17. Ainda não li nenhum livro de dele para conferir o quanto clichê são suas obras mas posso te garantir que adoro romances desses bem melosos, então eu acho que vou gostar de suas obras, mas só conferindo né?!

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...