setembro 15, 2015

[Livros] A Voz do Arqueiro - Mia Sheridan (Signos do Amor #1)

Título Original: Archer's Voice
Autor: Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Gênero: New Adult, Romance
País: EUA
ISBN: 9788580414448
Classificação★★★★★
_______________

Literalmente, não consigo encontrar palavras para expressar o que senti ao terminar A Voz do Arqueiro. O livro de Mia Sheridan é emocionante, único e dá voz ao que existe de mais importante: o amor. Sua narrativa encantadora mostra que nem sempre é preciso amar em voz alta. Muitas vezes, o silêncio pode dizer tudo. 

Baseado na lenda de Sagitário, o primeiro volume da coleção Signos do Amor, conta a história de Bree Prescott e Archer Hale. Há uma grande referência à lenda que se explica no decorrer do livro, mas, basicamente, o protagonista e o Sagitário têm em comum a experiência da dor - física e psicológica. O romance narrado em primeira pessoal, alternando entre Bree e Archer, segue a linha dos new adults, com forte apelo emocional e pitadas de erotismo. 

Bree é uma jovem que tenta lidar com o assassinato do pai. A culpa e o luto fizeram com que ela preferisse fugir e decidisse começar uma nova vida em Pelion. A mudança de ares, porém, não fez com que ela parasse de ter pesadelos e temesse o homem que destruiu sua família. 

Quando começa a se adaptar com a nova vida, Bree conhece Archer, um rapaz que age de maneira estranha. Todos na cidade o evitam e dizem que ele é surdo, mudo e também meio louco. Aos poucos, Bree se interessa em conhecer a história de Archer e descobre que ele é, na verdade, apenas mudo. Vítima de um grande trauma, ele perdeu a voz na infância, em um acidente que ocasionou também a morte dos pais. 

Antes da jovem, ninguém havia realmente enxergado o garoto por trás da história triste. A cidade acostumou-se a ignorá-lo e seu silêncio era sua única companhia. A falta de convivência social, fez com que ele não soubesse lidar com as pessoas e, por isso, seu jeito bruto e até mesmo estranho. Quando Archer deixa Bree entrar em sua vida, ele percebe o quanto esteve sozinho até aquele momento. Bree sabe a língua de sinais porque seu pai era surdo e mudo. Ela conversa com Archer por movimentos e mostra a ele que apesar de diferentes, eles podem ser iguais. 

Estou aprendendo a língua brasileira de sinais e ler este livro neste momento foi uma experiência incrível. Interpretei algumas das 'falas' de Archer e pude imaginar o quão profundo seria um relacionamento silencioso. O mundo grita ao redor deles, as dificuldades querem separá-los, mas o silêncio os une e revela o que palavras não podem dizer. 

Mia Sheridan me conquistou com essa história de amor fora dos padrões e me encantou com a pureza desse casal. Ambos sofreram no passado e buscam conforto um no outro para seguir em frente. É impossível não se apaixonar por Archer e por sua história incrível e mais impossível ainda é não chorar em silêncio enquanto ele sinaliza 'eu te amo, Bree.' 

"Pensei em como eu e Bree éramos diferentes... e ainda assim tão parecidos. Ela carregava a culpa de não ter lutado quando pensava que deveria e eu carregava a cicatriz do que acontecera quando eu lutara. Tínhamos reagido de formas diferentes em um momento de terror e ambos ainda sofríamos com isso. Talvez não houvesse certo ou errado, branco ou preto, apenas muitos matizes de cinza no que se referia à dor e às responsabilidades que cada um de nós atribuía a si mesmo." (p. 102)

Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor. Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.

Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.

Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.

Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

"- Você caminhou quase 2 quilômetros na chuva por eu não gostar de tempestades?
(...) - Sim.
Então fez uma pausa, com uma expressão infeliz no rosto.
- Sei que provavelmente sou a última pessoa que você quer ver neste momento, mas achei que, se ficasse sentado na sua varanda, você não ficaria com medo. Não estaria sozinha." (p. 181)


12 comentários:

  1. Adorei a resenha. Esses é um dos livros que mais quero ler ultimamente e depois de sua resenha fiquei ainda mais encantada e animada para ler.É difícil encontrar personagens assim com que nos damos tão bem e não temos de que reclamar.
    Fico contente que sua experiência com o livro tenha sido boa.
    Adicionei em minha lista pois também quero me apaixonar por Bree e Archer!
    Abçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia e leia looogo. Tbm amei o livro. Chorei horrores e PUTZ Archer é perfeito. O livro já me ganhou nas primeiras páginas, com a Lenda de Sargitário, é o meu signo e gostei muito. E qdo terminei, meu Deus, fiquei encantada. Só não li outra vez pq minha sobrinha está lendo.

      Excluir
  2. Já tava louca para ler esse livro, depois dessa resenha então....

    ResponderExcluir
  3. Ainda não conhecia esta série, mas adorei conferir sua resenha e fiquei bastante animada com ela e com esta série, creio que nunca li nenhum livro que algum personagem fosse surdo. Amo romances e este parece ser aquela bem emocionante. Ansiosa para conferir e para saber mais sobre as continuações.

    ResponderExcluir
  4. Meu deus, parece ser uma história muito tocante! *-*
    Tenho que ler! E eu achei muito legal aquele seu vídeo dizendo boa noite em libras!

    ResponderExcluir
  5. Adorei sua resenha, Mari!! Tenho um amigo que há semanas fica me falando - toda a vez que nos encontramos - que eu tenho que ler esse livro.

    Depois de ler seu texto fiquei com mais vontade ainda de conferir a história, mas infelizmente que vai resenhá-lo para o blog é a Amanda. Então tenho que adiantar algum texto para conseguir pegá-lo depois.

    Mas com certeza farei isso. A história parece muito linda. E eu amo essas coisas do zodíaco. Hehehe

    Bjs

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. ADOREI a ideia de seguir os signos do zodíaco. bem diferente, né? não conheci nenhum livro assim até agora.
    a capa me desanimou um pouco, mas a história... adorei! bree se mostrou uma garota maravilhosa.

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Que fofo, amor no silencio, sim é profundo! E não imaginei essa historia seria tão comovente e linda, e a capa, sim é perfeita!
    Bem, achei muito romântico e entra na minha lista, é até bom porque dá até para aprender alguns sinais.

    ResponderExcluir
  8. Sempre reprimi A Voz do Arqueiro por ser um New Adult, podendo voltar-se para gêneros mais eróticos e/ou históricos. Mas, me aprofundando na estória do livro com sua resenha, pude perceber que não se trata disso, ou apenas disso, mas sim de uma estória de drama que foi superada por um amor puro. Linda estória!

    ResponderExcluir
  9. Se eu olhasse esse livro na prateleira jamais pegaria para ler... não gostei da capa, não me passa nada da trama.
    Achei sua resenha sensacional e fiquei muito a fim de ler. Só uma coisa que preciso corrigir a autora/tradutora enfim: não existe surdo-mudo, eu fiz um curso de LIBRAS básico e a própria profa que é surda nos corrigiu enquanto a isso.
    Uma pessoa pode ser surda e muda o que é raríssimo. Mas a maioria das pessoas são surdas apenas. Para ser muda precisa sofrer um dano nas cordas vocais.
    O caso do protagonista pelo que percebi é isso e achei demais. Algo super novo pra mim.
    Ouvir e não falar... angustiante e ao mesmo tempo incrível.
    Não imagino como seria conviver com alguém assim.
    Todos achando que ele é surdo e na verdade ele ouve tudo que os outros dizem.
    Adorei e quero muito ler. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Caramba, Mari, eu já tinha lido diversas resenhas sobre esse livro, mas nenhuma delas chegou a me tocar tanto quanto a tua. Fiquei completamente sem palavras quando descobri a imensidão da trama, que muitas das críticas infelizmente não abordam. O tempo todo enquanto lia tuas impressões fiquei me colocando no lugar dos protagonistas, e realmente a relação deve ser extremamente profunda. Já admiro a autora pelo modo como escolheu falar de um assunto tão atual e sério, através da forma mais bonita que eu conheço: o amor. Confesso que não tinha nenhuma intenção de ler o livro, mas tudo mudou depois que terminei de ler tua resenha. Tenho certeza que vou chorar muito e que a história vai me marcar demais. Parabéns pelo trabalho, de verdade!

    ResponderExcluir
  11. Eu quero muito ler essa coleção Signos do Amor, mas pelo que percebi, acredito que os livros dos outros signos ainda não foram lançados, mas aguardarei ansiosamente para ler o livro relacionado ao meu signo, mas mesmo assim pretendo ler A Voz do Arqueiro, lendo a sua resenha o livro parece ser muito bom.

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...