novembro 01, 2015

[Eventos] Segundo Grande Evento da Paris Filmes - Jogos Vorazes e Divergente


Olá queridos! Ontem (31/10) estive no Segundo Grande Evento da Paris Filmes, organizado para uma divulgação de Jogos Vorazes - A Esperança (O Final), Convergente (Parte I) e O Último Caçador de Bruxas. O evento aconteceu em São Paulo, no Teatro Bradesco e teve altos e baixos e você confere nesse post tudo o que rolou. 

Primeiramente, quero deixar claro que a organização e o local do evento foram fantásticos. O pessoal do teatro é absurdamente atencioso, com seguranças bem treinados, recepcionistas educadíssimas e super pacientes, o Teatro Bradesco foi uma grata surpresa. Estávamos gritando histericamente e eles continuaram com um sorriso no rosto, conversavam conosco sobre os filmes e se divertiam com as milhares de fotos que nós tirávamos. 

Já por outro lado, a Paris Filmes cometeu muitos erros na execução do evento e estes, infelizmente, chamaram mais atenção que os acertos. O principal deles foi a escolha da co-apresentadora - Patrícia dos Reis, a "famosa" Pathy, tornou a apresentação insuportável. Esnobe, grossa e mal educada, a garota humilhava os fãs com piadas sem graça e insultos (para ela eram brincadeiras) que constrangeram diversos jovens.

Despreparada, ela não sabia absolutamente nada sobre os filmes ou a saga e mostrou que a escolha da Paris Filmes foi completamente aleatória. Em um determinado momento - vários na verdade - ela escolheu pessoas 'por simpatia', tornando injustas as brincadeiras propostas pelo evento. As brincadeiras - que já eram cansativas - ficaram ainda piores por conta da falta de organização. Metade da platéia não era enxergue pelos apresentadores e, consequentemente, ficamos lá assistindo o pessoal da frente ser escolhido - literalmente a dedo - para participar das provas. 

O completo esquecimento do fundão, porém, nos poupou de passar vergonha, praticamente todos que eram chamados lá na frente viravam alvos das brincadeiras maldosas da apresentadora. Numa delas, uma guria descendo as escadas foi aconselhada a 'comprar um sutiã melhor', outra foi chamada de 'filha da p$&*' por sair da sala no começo da apresentação e no caso mais absurdo, pediu a uma moça negra - que disse ser do Rio de Janeiro - para que ela sambasse lá no palco (como se sua cor e sua cidade natal a limitassem a sambar). Ignorância, grosseria e desrespeito regeram o evento e tornaram este, um dos piores eventos aos quais já fui. 

Federico Devito (quase me esqueci dele) também era apresentador do evento e fez o possível para que tudo corresse bem. Leitor e fã das sagas, ele sabia do que estava falando e não destratou ninguém no palco. Porém, visivelmente incomodado com seu "figurino", não parava de gesticular e dizer que sua 'cueca o estava incomodando'. Acidentes acontecem, mas a gente tenta manter isso privado, né? Foi deselegante e bem tosco pra falar a real. 

Os dois apresentadores pareciam cansados - não era para menos, o evento começou às 9e30h e acabou às 17h - e sentavam no chão, deitavam no palco, sem muito ânimo, notavelmente motivados pela obrigação de terminar o evento logo. Um evento longo, a Paris Filmes repetiu diversas vezes os mesmos trailers e propagandas. Ver o tordo, Katniss e as promoções que poderiam levar fãs aos estúdios de Jogos Vorazes foi incrível, mas apenas nas três primeiras vezes - depois já fica chato, né?

Preciso ressaltar que som e iluminação estavam perfeitos. Nas - primeiras - exibições dos trailers, ver o tordo em evolução foi arrepiante e todos foram a loucura. Se eu for guardar um bom momento deste evento, seria este. Ter tantos fãs reunidos vendo a evolução de uma saga é algo único, é mágico. 

Ativações fora do teatro também agregaram valor ao evento e os patrocinadores puderam chamar a atenção dos fãs para seus produtos. A WiseUp trouxe um fotógrafo e designers para criar pôsteres personalizados dos fãs com a pintura do todo no rosto - um trabalho lindo! Bobs deu um 'desconto' para compra de ofertas (nada muito atrativo). A Antártica, promovendo o novo Guaraná Black, distribuiu para alguns fãs (na sacolinha de brindes) unidades da lata promocional de A Esperança - O Final. 

Havia uma cabine fotográfica customizada logo na entrada do teatro. Minha experiência em eventos (como organizadora e como cliente) me permite dizer que uma cabine fotográfica para quase 1400 pessoas é pouco, mas apesar da fila, muitos conseguiram sua tão esperada foto. 

O Concurso de Cosplay contou com a participação de várias Katniss's e Tris's. Confesso que não fiquei para ver quem ganhou, mas alguns participantes estavam arrasando. Destaque para a garota que foi com o vestido de noiva de Katniss - ela estava absurdamente linda. 

O Lip Sync Battle foi um dos pontos altos do evento. Divertida, a prova consistia em uma batalha de dança (e dublagem) com as músicas dos filmes. Os que não ficaram com vergonha e tiveram a chance de ser escolhidos, arrasaram. Destaque para as coreografias loucas e divas que fizeram todo mundo rir muito.

O evento, inicialmente proposto para falar de Divergente, O Último Caçador de Bruxas e Jogos Vorazes, foi principalmente sobre Jogos Vorazes. Divergente não teve muito espaço e nenhuma atividade foi acrescentada, nada mesmo. Fomos separados por 'iniciandos/tributos' e essa divisão até agora ainda não faz sentido. Era só uma pulseirinha de papel para identificar de qual saga você é mais fã.

Houve a participação da dubladora oficial da Katniss e quem assistiu disse que foi ótima. Eu, infelizmente, fui almoçar nessa hora porque o cronograma indicava outra ordem. Como a dubladora chegou mais cedo que o esperado, acabei não ouvindo a tão famosa 'virem suas armas para a Capital'. De qualquer forma - apesar de ser proibido gravar na sala - existem alguns vídeos na internet sobre esse momento. 

De maneira geral, eu não gostei do evento. A Paris Filmes investiu muito na divulgação dos filmes, mas pouco na qualidade da apresentação. Muitas pessoas ficaram satisfeitas com os brindes e, sim, eles são fantásticos, mas um evento não é feito apenas de brindes. As sacolinhas com os brindes eram sortidas e cada uma continha prêmios diferentes, alguns deram mais sorte que outros e, apesar de na minha sacola eu ter tido sorte (ganhei CD, livretos, jogos, bottons, latinha, chaveiro e pôsteres), alguns amigos não puderam dizer a mesma coisa. 

Apesar da frustração por um bom evento não ter funcionado de uma maneira legal, as amizades que fiz lá vão ficar para sempre. Me diverti com as minhas gurias, conheci gente nova e, claro, dei muita risada. A maioria dos participantes gostou do evento e eu fico feliz que tenha sido legal para tantas pessoas. Acho que no fim, sou mesmo DIVERGENTE. 

7 comentários:

  1. A Paris Filmes errou e feio na escolha da co-apresentadora, hein?! Falta de respeito com os leitores e fãs das sagas, sinceramente, se eu estivesse presente teria deixado o local, ninguém merece ser tratado dessa forma.
    Acredito que a nunca coisa que valeu a pena foi as amizades feitas, porque o resto deixou muito a desejar.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Apesar dos erros que aconteceu durante o evento, acho que mesmo assim deve ter valido muito a pena ter ido, quem me dera ter ido, espero que da próxima eles melhores e não cometa os mesmo erros. Os brindes foram muito lindos, podia fazer um sorteio com alguns dos brindes para os leitores do blog.

    ResponderExcluir
  3. Gente como faço para pegar a foto com o tordo no rosto que a wise up tirou?

    ResponderExcluir
  4. Gente como faço para pegar a foto com o tordo no rosto que a wise up tirou?

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari querida! Aqui como é o RS nunca acontece eventos assim de grandes editoras e produtoras, porém final do mês teremos um sobre JV ^^ e eu vou ir, espero me divertir bastante ^^
    Bjs Joi
    estantediagonal.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh e falando sobre a Pathy, puxa fiquei decepcionada, acompanho o canal dela e não imagina uma atitude dessa dela, realmente nada a ver. Uma pena mesmo =/

      Excluir
  6. Oi, Mari!!

    Fiquei chocada que tenha acontecido isso no evento! Primeiro que acredito que mesmo que não seja fã de um determinado assunto, se você vai falar em público sobre ele tem a obrigação de estudá-lo.
    Segundo, desrespeito é inaceitável em qualquer ambiente e todas as pessoas que tem tal responsabilidade quanto de apresentar o evento, deveria estar ciente e tomar muito cuidado com o que diz.

    Eu também não ficaria feliz com esse evento. Mas que bom que algumas pessoas gostaram, né?

    Bjs!

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...