julho 18, 2016

[Filmes] 3 Filmes Para Pensar #1

Recentemente tenho postado no Facebook meu desafio de assistir filmes que me levem a questionamentos profundos. Sabe aquele tipo de filme que faz você pensar e até mesmo desconstrói seus paradigmas? Na minha opinião, quanto mais mind blowing melhor!

Muitas vezes as pessoas desistem de assistir ou chegam à conclusão de que um filme é ruim simplesmente por não entendê-lo. Se você não conseguiu captar a mensagem ou não chegou a ser afetado pela história, não se precipite, procure conversar com outras pessoas, ler críticas sobre o filme. Pesquisar e procurar ajuda para compreender algo não é sinônimo de ignorância, pelo contrário, é uma forma de adquirir conhecimento além dos seus próprios limites.

Nessa coluna especial de férias, vou trazer semanalmente três filmes que assisti recentemente e me impactaram de alguma forma. Todos - por enquanto - estão no Netflix. Minha recomendação, como sempre, é para que vocês os assistam no idioma original (com legendas, se necessário). A dublagem costuma fazer adaptações no roteiro. 

Os três filmes escolhidos dessa semana são:

Circle (2015) - Trailer

Um filme com orçamento baixíssimo que tem como cenário uma só locação: um círculo dentro de um ambiente fechado. Classificado como "filme de terror", o filme não chega a gerar medo, mas sim apreensão. Cinquenta estranhos acordam num lugar estranho e suas vidas dependem de um consenso geral. A cada dois minutos alguém morre e todos votam para escolher quem será o próximo. 

O mais interessante no filme não é tentar descobrir quem sobreviverá, mas sim os argumentos usados para escolher quem tem mais direito a permanecer no "jogo". Discutindo questões raciais, econômicas, estado civil, patriotismo, homossexualidade, idade, religião, valores morais e outros, Circle é uma representação da realidade. Em um mundo onde sobrevivem os mais fortes, o que determina força ou fraqueza?

Die Welle - A Onda (2008) - Trailer

Um dos filmes mais incríveis sobre educação, moral e política, A Onda fala sobre fascismo. O longa alemão é uma refilmagem do filme americano homônimo dos anos 80. Baseado num experimento chamado Terceira Onda que tinha como objetivo ensinar aos alunos como funcionava uma autocracia. O experimento, tanto na vida real quanto na ficção, gerou uma massa de estudantes controlados por um indivíduo autoritário. 

No filme de 2008, o próprio professor universitário se deixa corromper com o poder e isto traz a tona mais um questionamento importante do século XXI. O homem é corruptível e ele tem ciência disso. O que começa com uma aula sobre autocracia se torna um movimento fascista que toma conta de um grande número de jovens. O sentimento de não-pertencimento e solidão que os jovens enfrentam é usado como combustível para que eles se unam e, assim, se tornem mais fortes, superiores aos demais.

O discurso pedagógico acaba se tornando uma arma na mão de mentes fracas e desesperadas por atenção e, assim como aconteceu com o nazismo, a ideia se espalha gerando violência, caos e intolerância. Existe orador melhor que um bom professor? 

Enemy - O Homem Duplicado (2013) - Trailer

Um dos filmes mais complexos e geniais, O Homem Duplicado foi inspirado no livro de José Saramago e é igualmente perturbador. Esta é uma história cheia de metáforas e representações simbólicas e, portanto, de difícil compreensão. Há uma forte relação com os temas das aulas ministradas pelo protagonista e sua noção de realidade. Esses paralelos traçados entre o discurso implícito e explícito são brilhantes.

Adam é um professor de história que vive uma vida pacata, preso a uma rotina monótona. Certo dia, ao descobrir que há alguém exatamente como ele - com a mesma voz e a mesma aparência, Adam fica completamente perturbado e decide investigar o rapaz. 

Apesar da personalidade e profissão dos dois ser diretamente oposta, os conflitos que ambos enfrentam os unem. Uma fotografia claustrofóbica cheia de closes bizarros e aranhas assustadoras gera uma espécie de terror psicológico e transmite ao espectador a paranoia e a perturbação que acometem os dois protagonistas. É um filme a ser discutido, pesquisado e retrata as diferentes facetas do ser humano, seus hábitos, suas tendências e, principalmente, suas limitações. 

Um comentário:

  1. Eu ainda não assisti A onda, mas O círculo é sensacional! Eu amei, fiquei um bom tempo discutindo ele com meu pai!

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...