dezembro 01, 2013

[Livros] O Presente - Cecelia Ahern

Título Original: The Gift
Autor: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320
Gênero: Ficção, Romance
País: Irlanda
ISBN: 9788581633145
Classificação★★★★★
_______________

Cecelia conseguiu de novo! Me emocionou e me encantou com mais um de seus romances repletos de fantasia. O livro O Presente foi uma das melhores leituras do ano, se não a melhor. Eu me envolvi tanto com os personagens que foi triste chegar às últimas páginas, tão triste que não pude deixar de chorar.

Neste livro, Cecelia nos apresenta uma manhã de Natal, que poderia ter sido como qualquer outra, se não fossem pelos primeiros acontecimentos do dia, um deles um garoto que cometeu um delito e foi parar na cadeia. O menino irritado com o fato de o pai ter arranjado outra família, decidiu simplesmente estragar a noite de Natal, atirando um peru congelado pela janela de sua nova família. O fato não é o centro da história, apenas a introdução para o que estava por vir.

Os policiais encarregados decidem então fazer com que o garoto aprenda uma lição e começam a lhe contar uma história. Uma história real. A história de como um presente mudou tudo para uma pessoa. E quem sabe, contando essa história, eles possam ensinar algo ao jovem revoltado que pouco sabe da vida.

A história começa com Lou Suffern, um homem que trabalha demais. Que presta pouca atenção à família, que mal se importa com sua esposa e seus filhos. Lou só se importa com o trabalho, com as conquistas, com o sucesso. Ele vive correndo de um lado para o outro, tentando estar em dois lugares ao mesmo tempo para cumprir todos os compromissos de sua agenda. Além de ter casos extraconjugais, sem sentir o mínimo de culpa.

Ele decepciona seus pais, irmãos, esposa e seus filhos, porque não vai à nenhum dos compromissos familiares. Nem à apresentação escolar da pequena Lucy. Poxa! Lucy era uma folha na peça da escola. Você é o pai dela e tinha o dever de ir assisti-la. =/

Apesar de parecer um canalha completo, Lou tem algo de bom dentro dele. Mesmo que isso seja uma parcela mínima do seu ser. E ela é despertada, quando numa manhã ele oferece café a um morador de rua. Eles passam a conversar e o executivo lhe oferece uma oportunidade de trabalho. Esse é um presente, de Lou para o mendigo.

Gabe, de início parece ser apenas um cara inteligente e observador, muito parecido com Lou, mas com o tempo ele se mostra muito interessado na vida do executivo. Sabendo coisas que ele não deveria saber e parecendo ter a incrível habilidade de estar em dois lugares ao mesmo tempo. Isso deixa Lou desconfiado mas também interessado, afinal quem não gostaria de poder se dividir e fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo? Especialmente ele, que vive lutando contra o tempo para fazer tudo o que deve fazer. Gabe, então, mostra o segredo ao seu benfeitor e lhe diz que esse será o seu presente.

Toda essa experiência fantástica de duplicação e dupla existência rompendo a barreira do tempo, só poderia estar em um livro de Cecelia. Que é mestre em misturar fantasia, milagre e realidade numa mesma história. Essa história é sobre alguém que descobre quem é. Vocês vão se emocionar, se encantar e se apaixonar por O Presente. E quem sabe, possam até aprender uma lição. O tempo é valioso, vale mais do que ouro.

"O tempo é mais precioso que ouro, mais precioso que diamantes, mais precioso que petróleo ou quaisquer tesouros. É o tempo, o que nunca temos em quantidade suficiente. É o tempo que causa a guerra dentro de nossos corações. Devemos usá-lo com sabedoria. O tempo não pode ser embrulhado para presente e deixado embaixo de uma árvore na manhã de Natal.O tempo não pode ser dado. Mas pode ser compartilhado." (p.317)

Sinopse: Todos os dias, Lou Suffern luta contra o tempo. Ele tem sempre dois lugares para ir, tem sempre duas coisas a fazer. Quando dorme, sonha com os planos do dia seguinte, e, quando está em casa, com a esposa e os filhos, sua mente está, invariavelmente, em outro lugar. Numa manhã de inverno, Lou encontra Gabe, um morador de rua, sentado no chão, sob o frio e a neve, do lado de fora do imenso edifício onde Suffern trabalha. Os dois começam a conversar, e Lou fica muito intrigado com as informações que recebe de Gabe; informações de alguém que tem observado uniões improváveis entre os colegas de trabalho de Lou, como os encontros da moça de sapatos Loubotin com o rapaz de sapatos pretos... Ansioso por saber de tudo e por manter o controle sobre tudo, Lou entende que seria bom ter Gabe por perto — para ajudá-lo a desmascarar associações que se formam fora de suas vistas — e lhe oferece um emprego. Mas logo o executivo arrepende-se de ajudar Gabe: sua presença o perturba. O ex-mendigo parece estar em dois lugares ao mesmo tempo, e, além disso, Gabe lhe fala umas coisas muito incomuns, como se soubesse do que não deveria saber... Quando começa a entender quem é realmente Gabe, e o que ele faz em sua vida, o executivo percebe que passará pela mais dura das provações. Esta história é sobre uma pessoa que descobre quem é. Sobre uma pessoa cujo interior é revelado a todos que a estimam. E todos são revelados a ela. No momento certo.


"Não sabia que era impossível dizer à vida quando ele estaria pronto para aprender, e a vida estava lhe dizendo que estava preparada para ensinar. Ele não sabia que não era o caso de apertar alguns botões e, repentinamente, saber de tudo; não sabia que os botões a serem apertados estavam nele mesmo
Lou Suffern achava que sabia tudo.
Mas estava apenas começando a arranhar a superfície." (p.155)


17 comentários:

  1. Quero ler!!!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  2. Oi Mariana,
    tudo bem?
    parece aqueles filmes de Natal onde temos vários personagens e suas histórias se encontram no final do filme. Fiquei encantada , quero muito ler. Um ótimo presente de Natal, o título não poderia ser mais perfeito!!!
    Beijinhos.
    Cila- leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não me interessei pelo livro, mas a colunista do meu blog ira ler e to loca para saber o que ela vai achar. Gostei da sua resenha :)
    Beijokas, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  4. Não sei se leria o livro, por ele não fazer muito o meu gênero de leitura, mas a história em si para ser ótima!

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi falar muito sobre esse livro, e eu quero muito ele pra mim *------*
    Adorei o seu blog. Seguindo.
    cronicasdeumlunatico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Por incrível que pareça eu nunca li nenhum livro dessa autora, nem tenho vontade. Sei lá, já tive muita vontade de conhecer o trabalho dela e tal, mas hoje em dia isso passou. Não leria pois perdi o interesse nessa autora. Achei essa capa da NC bem estranha, demorei um ano pra perceber que essa era a imagem de uma mulher segurando bolas de neve.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Estou curiosa com essa trama.
    Li bons comentários por aí.
    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu já queria ler esse livro desde que vi o lançamento dele, agora então quero mais ainda.
    Ele me chamou atenção desde a capa, que remete ao Natal que é a época que mais amo do ano... a mais linda!
    E pela sua resenha, o livro mostra ser bem mais do que isso... e com certeza vou acompanhar! ^^

    ResponderExcluir
  9. So li um livro dessa autora e gostei, pela sua resenha o presente também parece ser muito bom. Quero ler ele.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Oi Mariana :)
    Bom, eu ainda não tinha lido uma resenha sobre esse livro da Cecilia. Só tinha visto a capa e achei muito fofa. Logo, desejei. Rsrsrs...
    Mas eis que é uma feliz surpresa saber que o enredo da obra é tão fascinante e acolhedor. Tão humano. No mundo atual, o tempo é algo que as pessoas usam sozinhas ao invés de compartilhar com os familiares e amigos. Se compartilha é porque está sendo conveniente naquele momento de contato.
    Fico feliz de saber que a autora aborda esse tema sem deixar o livro chato.
    O meu livro, sem sombra de dúvidas, do ano foi I Love New York da autora Teca Machado. Pense num check-list bom e divertida. O Rap da Corna fica na cabeça para sempre. Rsrsrrs...
    Parabéns pela resenha, Mariana. Você escreve muito bem. Espero ver mais e mais resenhas suas aqui no blog. Bjs :*

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno querido, posso dizer que quase chorei agora?
      Hahahaha.
      Fico MUITO feliz mesmo que I Love New York tenha te divertido tanto e que foi o livro do ano.
      Obrigada por td ajuda e palavras bonitas.
      E pode deixar, assim que eu lançar outro livro, você vai ser um dos primeiros a ficarem sabendo.
      ;**

      Excluir
  12. Acredita que eu nunca li um livro da autora? Tenho uma amiga que sempre os recomenda, mas eu acabo não lembro. Esse já me encantou pelo fato de se passar no natal, o que eu simplesmente amo! Essa capa gente? é a coisa mais linda do mundo. Gamei ♥
    Para completar, parece ter uma história bem emocionante!
    Adorei sua resenha, e esse livro com certeza já está recomendadíssimo na minha lista haha

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  13. Minha lista de livros só aumenta! <3 AMEI a resenha, logo que puder, lerei *-*

    ResponderExcluir
  14. Livros que tem como plano de fundo o Natal nunca me chamaram atenção, talvez porquê não é minha data comemorativa preferida e as vezes, chega a ser até muito clichê. Mas, ao ler a resenha fiquei completamente surpresa, não é nada do que eu havia imaginado, e tenho certeza que ao ler vou me surpreender ainda mais. Não gosto de livros que arranque lágrimas, mas que conseguem passar uma bela mensagem sem apelação.

    ResponderExcluir
  15. tenho muita vontade de ler esse livro... acho a capa tao linda *-*
    acho q a historia parece com filmes de sessao da tarde kkkkkkkk mas mesmo assim quero tanto ler, e gosto desses livros cliches :3 parabens pela resenha!! eu adorei!

    ResponderExcluir
  16. Já a algumas resenhas que quero ler esse livro, na verdade se eu fosse escrever cada livro que eu queria ler eu acho que teria toda a eternidade, mas voltemos, adoro histórias de Natal e principalmente quando elas nos passam uma mensagem e esse livro tem tudo isso, achei a história bem interessante.

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...