agosto 14, 2014

[Livros] Perdendo-me - Cora Carmack (Losing It #1)

Título Original: Losing It
Autor: Cora Carmack
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Gênero: Ficção, Romance Hot
País: EUA
ISBN: 9788581635279
Classificação★★★★★
_______________

Gostoso de ler, apaixonante, incrivelmente bem escrito. Estes são alguns dos muitos adjetivos que vem a minha cabeça após a leitura de Perdendo-me. Além de ser o lançamento mais aguardado do mês, o livro também tem suprido todas as expectativas dos blogueiros e comigo não foi diferente. O livro é viciante e é impossível interrompê-lo, uma vez que a leitura é iniciada. 

Com uma escrita envolvente, Cora Carmack nos faz lembrar das nossas primeiras vezes, no amor, na vida e no sexo. Narrando situações divertidas e que por muitas vezes me fizeram gargalhar sozinha e histéricamente, a autora conseguiu criar uma ficção plausível, com a qual o leitor consegue se conectar, se identificar.

Após a leitura de Cinquenta Tons de Cinza eu havia ficado um pouco traumatizada com romances hot. Vocês que puderam ler a resenha, perceberam que eu me decepcionei muito com o fato do livro não possuir uma história consistente. Isso não acontece com Perdendo-me, pelo contrário, o ponto forte do livro é sua narrativa. Os personagens são bastante reais, vivem conflitos reais e situações pelas quais todos já passamos ou vamos passar um dia.

Não é um romance hot cheio de passagens grosseiras ou linguagem vulgar. Pelo contrário, as cenas de sexo - ou quase sexo, que não são poucas, trazem uma linguagem sutil, que agrada aos leitores mais destreinados e até os que estão acostumados a livros mais de vocabulário mais explícito. O romance na medida certa contrabalanceado com o erotismo deixa a história fluída. E se me permitem um aviso, o leitor deve tomar cuidado para não se apaixonar pelo personagem principal, assim como a protagonista.

Bliss é virgem. Aos 22 anos, a garota sente a pressão que a palavra impõe sobre ela: virgem. Não é como se Bliss estivesse se guardando para o casamento ou tivesse feito um voto de castidade, ela simplesmente nunca tinha encontrado o cara ideal, a situação ideal e a coragem suficiente para perder sua virgindade. 

Sua melhor amiga, Kelsey, exatamente o seu oposto, flerta com vários caras diferentes e quer que a amiga se liberte logo desse fardo que é nunca ter tido sua primeira vez. Por diversas vezes a própria Bliss diz não se importar com a pressão da sociedade. E dai que ela é virgem e tem 22 anos? Desde quando,existe uma idade para deixar de ser virgem? Mas esses questionamentos nunca vão adiante, porque a própria protagonista quer perder a virgindade, não para provar aos outros, mas porque ela mesma cansou de ter medo e proteger seus sentimentos.

Mais obrigada do que decidida, Bliss vai com Kelsey a um bar. Lá ela encontra alguns alvos possíveis, mas um cara em especial chama sua atenção. Ele é inglês, possui um sexy sotaque britânico e olhos azuis. Para completar o clichê, ele está lendo um livro. Shakespeare. O que mais Bliss Edwards poderia pedir?

Papo vai, papo vem os dois começam a flertar. Quando as coisas esquentam eles, tudo leva a crer que os dois vão se dar bem essa noite. Afinal, as coisas estão correndo bem, não estão? Bem, estavam, até certo ponto da noite. O medo domina a garota e ela desiste ao ver o corpo divinamente esculpido de Garrick completamente nu na sua cama. Com alguma desculpa estúpida ela foge daquela que poderia ter sido a melhor noite da sua vida. 

Alguns dias depois, na sala de aula da faculdade ela conhece um novo professor de teatro. Na verdade, ela já o conhecia. Tão bem que lembrava até dos detalhes mais íntimos do seu corpo. Era Garrick Taylor o seu novo professor. Além das situações divertidas que acontecem com esses dois, eles não conseguem tirar um ao outro da cabeça. Mas além da noite vergonhosa de Bliss, eles tem um problema bem maior para enfrentar: a relação proibida entre aluno-professor. Aliás, escolhi um dos quotes mais perfeitos do livro, quando o professor Garrick percebe que um aluno está tentando se aproveitar de Bliss na aula de interpretação. É tãaaaao fofo!

Além do desejo que nutrem - em segredo - um pelo outro, o destino parece estar determinado a uni-los e eles se esbarram em bares, peças e até pelo condomínio. O despreparo da protagonista e sua inocência conquistam Garrick e também o leitor. É impossível não gostar de Bliss, a menina desajeitada e extremamente racional que está apavorada com sua primeira vez. 

Existem muitos outros personagens interessantes na trama, como: Cade, o melhor amigo de Bliss. Kelsey, a amiga safadinha, Rusty, Dom, Victoria, Jeremy, entre outros. Todos foram muito bem desenvolvidos por Carmack e além de sexo, amor e romance, o livro também traz exemplos de amizades sólidas e consistentes, que podem sobreviver às mais desafiadoras provas.

Deixe-se seduzir pela narrativa de Cora Carmack e entregue-se a leitura sem pudor. Foi uma das melhores leituras do ano e possivelmente, a melhor leitura do gênero. Mais do que recomendo a quem é virgem ou não, de literatura hot. Perca o medo e descubra que esse romance erótico é mais do que o típico clichê da virgindade, é uma descoberta, um mundo novo de sensações e sentimentos. Em breve, a Editora Novo Conceito lançará mais dois títulos da autora: Fingindo e Encontrando-me. Nem preciso dizer que estou ansiosa por essas leituras, né? Detalhe que no próximo volume, 'Fingindo', o foco da história é em Cade. 

"Sexo.
Eu ia fazer sexo.
Com um cara.
Um cara BRITÂNICO gostoso.
Ou talvez eu fosse vomitar.
E se eu vomitasse em cima do cara britânico gostoso?
E se eu vomitasse em cima do cara britânico gostoso DURANTE O SEXO?" (p. 28)

Sinopse: VIRGINDADE. Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual. Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?

"Dom deixou seu roteiro cair, me agarrou pelo pescoço e me puxou para a frente, para me beijar.
Chocada, eu o empurrei com minha mão livre, mas ele continuou vindo, não se dando conta de que era eu quem estava protestando, e não Blanche. Eu o empurrei e me contorci, mas ele era muito forte e seus lábios estavam pressionados junto aos meus com tanta força que eu não conseguia fazer nada para que ele parasse com aquilo. Eu estava me preparando para o meu movimento final de protesto, uma joelhada no saco dele, quando Dom foi arrancado de cima de mim.
Engoli o ar e vi Garrick, que fervia de raiva, soltar um  dos braços de Dom que ele havia torcido nas costas dele em um ângulo esquisito.
- Onde exatamente no roteiro você viu essa direção específica de cena, Dominic? - perguntou-lhe Garrick, com um tom de voz mortalmente baixo." (p. 95)


20 comentários:

  1. aaaaaaaaa eu descobri esse livro ontem, na verdade a série toda e me apaoxonei <3
    nossa preciso muito ler!!
    E depois desses quotes então *-* MORRENDO AQUI!!

    Beijos!
    http://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Hot sem história não rola, né? kkk
    Ainda estou decidindo se lerei Perdendo-me, + sua resenha me deixou curiosa, que bom que gostou!
    Gosto da capa e realmente parece algo com o que a gnt se identifica e bem humorado.
    Beijos
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari, tudo bem?
    Adorei a resenha!
    Faz tempo que não leio nenhum livro mais "hot" interessante. 50 Tons de Cinza foi a decepção da minha vida hahaha!
    Gostei da dica e anotei o nome pra uma futura leitura. =D
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. O livro parece ser muito legal! Britânico com um sotaque sexy? Haha, já imagino ela falando disso o tempo tooodo! Logo que vi esse livro já fiquei com vontade de ler, e agora com a sua resenha fiquei com mais vontade ainda!
    Abraços,
    Gabriel

    ResponderExcluir
  5. Olá!!

    Quero muito ler esse livro!! Já vi várias resenhas, todas positivas! Agora, fiquei muito feliz em saber que será uma trilogia!!!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oiee

    Nossa depois dessa resenha vou pegar o livro agora para ler, já estava pretendendo ler em breve mas com certeza depois da sua resenha vou adiantar ele e ler ainda essa semana :)

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que bom que esse parece ser melhor que 50 tons de cinza...
    Porque 50 tons também me traumatizou e depois dele nunca mais tentei ler livros hot... eita...
    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Mari

    Esse livro é minha leitura do momento e estou amando. Não dá nem para comentar das minhas gargalhadas vergonhosas dentro do ônibus, a Bliss é muito louca e eu estou adorando.
    O romance é extremamente fofo e cenas sensuais não são nada vulgares, muito pelo contrário.
    Garrick é a coisa mais linda, fofa e sedutora do universo e eu não vejo a hora da Bliss parar de mimimi e se jogar total, rsrsrs.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  9. Oiii!!! A sua resenha ficou ótima e me convenceria se eu nao tivesse ficado tão traumatizada com 50 tons. É sério. Aquilo acabou comigo. E olha q eu era fã de romance de banca (Bianca, Sabrina). Então não leio mais nada q tenha sexo. Me nego. E nada em q a personagem seja virgem tbm. Eu odeio as virgens. kkk. só as do livros, acho-as mt chatas. Mas se não fosse por isso, eu acharia a história mt boa. Ou se fosse uma comédia romantica num filme, eu gostaria, mas livros com pegadas hot, nem pensar. :)
    beijos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie! Eu adorei o livro, só achei que a autora demorou muito em relação aos "finalmente", de resto é um livro maravilhoso! E engraçado - na minha opinião! kkk
    Bjs, tem promoção no blog http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/08/promocao-o-destruidor-de-coracoes.html

    ResponderExcluir
  11. Oi, Mari! Como vai?
    Nunca li um livro minimamente erótico e, apesar de parecer legal, não tenho curiosidade - não tanta a ponto de comprar e ler. De qualquer forma, fiquei um pouco instigada a ler Perdendo-me. Divertido, fofo, curioso... Gente, como eu sou contraditória! Fiquei em cima do muro, é isso. Quer dizer, você gostou tanto e a resenha transmitiu isso... argh! Só me traz confusão, hein, Mari? hahaha Minha mãe não deixaria eu comprar '-' "Você é nova de mais para isso." Apesar de ela não usar essas frases, fica subentendido, ou seja, cortou meu barato. Talvez um dia eu leia... Espero ler um dia *-* Personagens bem desenvolvidas, mesmo que secundárias, dão um quê no livro, né? Adoro.
    Beijinhos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olha eu aqui de novo \o/ kkkkkk
    Porque sempre tem uma amiga safadinha??? kkkkkkk
    Sim! Eu quis inciar esse comentário com a pergunta que pairou sobre a minha cabeça quando li sua resenha kkkkkkk

    Bom, eu adooorei a história do livro!!! Amo esse dilema aluno ♥ professor. Não que eu já tenha me apaixonado pelo meu professor oO kkkkkkkkk (Não tem como. São todos velhos :/), mas eu não sei por que acho livros com uma história assim interessantes *-* É sempre um romance tããão fofo ♥
    Livros Hots não me chamam muito a atenção EXCETO quando acho a história interessante e me desperta a vontade de ler!!! E foi o que aconteceu com Perdendo-me *-*
    Amei a resenha como sempre Mari ♥♥♥♥♥♥

    Beijos
    http://cupcakedeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Confesso que desde que vi esse livro entre os lançamentos do mês da Novo Conceito, me sentir atraído pela capa, mas ao ler a sinopse desanimei, não curto livros do gênero.
    Mas a forma como falou sobre o livro me lembrou muito a forma como falei de um único gênero new adult que li e não me arrependo, Easy. Easy assim como Perdendo-me não tem linguagem chulas. Agora quero ler e ver se realmente vou gostar assim como você. Até mais. http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Mari já estou me arrependendo de não ter solicitado o livro rsrs!
    E tão bom quando um livro é assim viciante!!! Adorei a resenha, beijos

    http://www.contodeumlivro.blogspot.com.br/
    http://www.paraisoempapel.com/

    ResponderExcluir
  15. Adorei a resenha, me deixou com muita vontade de ler esse livro. E já estou me apaixonando pelo personagens principal só pelas descrições kkkkk Beijos
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Lembro que adorei o livro e ainda mais, adorei Garrick. A história foi realmente maravilhosa. Claro, agora estou tentando criar coração e empolgação para ler o segundo livro, mas não consigo. Está realmente difícil. Quem sabe um dia, não é? Só sei que esse primeiro me agradou bastante e concordo com o que disse, realmente.

    Abraços,

    Cabeças de Vento

    ResponderExcluir
  17. Oi Mari! <3
    Eu estou doida para ler esse livro! E sua resenha só fez aumentar o meu "desespero" para lê-lo.
    Já tinha lido outras resenhas sobre o livro, mas a sua sem dúvida, é a que mais me tocou. Você conseguiu transmitir exatamente o que sentiu ao ler o livro. Adoro resenhas assim!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Essa é a primeira resenha do livro que leio, então posso dizer que fiquei feliz em saber que o livro atendeu as suas expectativas - e que o considera um dos melhores do ano. Na verdade fiquei bem surpreso quando a editora anunciou o lançamento e algumas pessoas consideraram como o mais aguardado, mas agora acho que consigo entender. rsrs
    Acho que vai demorar para ler, porém como apenas um livro hot chegou perto de conquistar como um todo, se sentir o mesmo que você a disputa vai ser boa.

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  19. Gente que menina doida rsrs, qual problema com a virgindade dela rsrsrs.
    Resenha muito boa ^^

    ResponderExcluir
  20. Li e não gostei. O romance e meio fraco.Já li melhores, como a Ilha.

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...