maio 04, 2015

[Livros] Atenção Plena - Mindfulness - Mark Williams e Danny Penman

Hoje, eu não vim fazer uma resenha, mas sim um convite. Quero levá-los para um lugar incrível, que ninguém conhece e onde ninguém, além de você, pode entrar. Na sua própria mente. O livro Atenção Plena - Mindfulness de Mark Williams e Danny Penman lançado aqui no Brasil pela Editora Sextante, vai te ensinar a alcançar o equilíbrio e a paz que tanto buscamos em nós mesmos.

O que é mindfulness? ~ 

Nos últimos tempos, muito se tem ouvido sobre 'mindfulness'. A palavra inglesa significa 'consciência plena', ou seja, estar consciente de tudo o que acontece em sua mente. Esse estado de consciência é praticado desde a antiguidade no Oriente e nos últimos séculos, tem sido lentamente apresentado para o mundo Ocidental. 

Essa técnica de meditação está em voga porque o ser humano finalmente se deu conta dos efeitos da correria do dia-a-dia. Cada vez mais estressado, cansado e infeliz, o homem não vive sua vida plenamente. Doenças, transtornos de ansiedade, depressão. Todos esses desequilíbrios podem ser controlados com a prática de mindfulness. Manter o foco no presente e em nada mais, esse é o objetivo.

Existem diversos tipos de meditação, as mais populares visam 'esvaziar a mente', relaxando e deixando de lado as preocupações. O conceito de consciência plena proposto pela técnica mindfulness, procura fazer absolutamente o contrário. Como assim? Vou explicar.

Nosso cérebro não pára. A todo momento surge em nossa mente um novo pensamento. Esses pensamentos geram emoções, sensações, sentimentos que podem nos afetar psicológica e fisicamente. Quando surge em nossa mente um pensamento ruim, nós lutamos para afastá-lo e nossa consciência gasta muita energia nessa luta. Os pensamentos ocorrem em fluxo, o que significa que eles vem e vão, sem nossa interferência. É bem simples. Se pararmos de lutar contra eles, eles vão simplesmente desaparecer sozinhos. 

Cada vez que surge em nossa mente um pensamento como: 'sou um fracasso', nosso cérebro cria mil maneiras de evitar esse pensamento, ele imagina formas para que você não seja um fracasso, formas para que você não se sinta um fracasso, imagina coisas em que você pode ou não fracassar, e o principal, ele lembra de seus antigos 'fracassos'. Todo esse movimento foi ocasionado por um simples pensamento. É como se um inimigo batesse a sua porta e ao invés de ignorá-lo, você o convidasse para um chá. Não faz muito sentido, não é?

Experimente deixar seus pensamentos irem embora assim como eles vieram, naturalmente. É a proposta do mindfulness. Depois que eles forem embora, o que sobra é o aqui, o agora. Porém, não é tão fácil quanto parece. Nosso cérebro está acostumado a responder aos pensamentos de uma determinada maneira, não se muda um padrão de um dia para o outro. É um mecanismo de defesa que nós aprendemos desde a infância, mas pode ser um mecanismo auto-destrutivo e por isso, é preciso quebrar esse padrão. 

Mark Williams e Danny Penman trazem em Atenção Plena, um guia de como encontrar a paz em um mundo frenético. Com ensinamentos valiosos, os autores conduzem o leitor por um caminho árduo, porém extremamente benéfico. A prática de qualquer tipo de meditação não é simples, pelo contrário, é bastante desafiadora, porque tenta controlar algo que não pode ser controlado - a mente. Muitos desistem no meio do caminho, ou param de exercitar a mente quando atingem um determinado grau de desenvolvimento. A meditação deve ser contínua, não é um remédio para curar um male, mas sim para evitá-lo.

"Viver no presente, não pensar no passado e não se preocupar com o futuro." Com alguns exercícios práticos e outros nem tanto, Williams e Penman, pretendem mudar a vida do leitor em oito semanas. Por experiência própria, sei que as práticas ensinadas neste livro dão resultado. Fui apresentada à técnica por um terapeuta, e há algum tempo faço uso de exercícios de respiração e meditação. Sofro crises de ansiedade, traumas de fundo emocional são gatilhos para que a ansiedade tomem conta de mim. Em decorrência disso, minha vida sofreu várias adaptações e eu me privo de muitas coisas pelo simples fato de não conseguir controlar minha mente e meus medos. 

Mindfulness é uma prática para a vida, que vai te mostrar coisas que estavam bem ali e você não percebeu. Estar plenamente consciente vai te mostrar que pequenas ações podem ser mais do que simples ações. Regar as plantas, pegar o jornal, encher um copo de suco, se você realmente observar o que está fazendo, enxergará as coisas de outra forma. 

Feche os olhos e preste atenção em apenas uma coisa: sua respiração. Pensamentos virão, preocupações, lembranças, deixe-os ir, volte a se concentrar, no modo como o ar entra e sai de seus pulmões. Ouça, sinta. Depois de um minuto, abra os olhos. Você vai ver o mundo de outra forma, mais relaxado, mais calmo, mais conscientemente. 

Se nas primeiras tentativas não conseguir se concentrar de forma alguma, faça esse mesmo exercício dentro do chuveiro. Mas desta vez, sinta os pingos caírem na sua cabeça, seus ouvidos serão tapados pela água, então preste atenção apenas nela. Ouça, cada gota entrando em contato com a sua pele, sinta a água e nada mais. É uma sensação indescritível, vocês precisam experimentar. Essa técnica do chuveiro, eu aprendi em um filme excelente chamado The Peacefull Warrior ou Poder Além da Vida aqui no Brasil. Ele conta a história verídica de Dan Millman, um atleta que aprendeu a controlar sua mente, por meio da meditação e assim, superou seus maiores obstáculos.

Atenção Plena - Mindfulness pode mudar sua vida, sua forma de enxergar o mundo. Dê uma chance à paz interior. Experimente, você não vai se arrepender!

10 comentários:

  1. Oi Mari! Tudo bem?

    Obrigado pelo convite, mas não gosto de livros assim, ao estilo "autoajuda" :/

    Emperrei em um que nunca terminei e até hoje me arrependo do dinheiro que gastei nele ._.

    Bjs!

    Jhonatan | Leitura Silenciosa

    ResponderExcluir
  2. Esse gênero não me atrai muito, infelizmente. Mas adorei o seu convite, super recomendo para as pessoas que gostam. :)

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante,
    ainda não ouvi falar sobre isso, obrigado por nos apresentar
    Vou tentar fazer isso

    ResponderExcluir
  4. parece muito bom . Tecnica de respiraçao eu sempre uso .ja tentei per livros devauto qjuda mas termino e nao faço nada do que falam rs

    ResponderExcluir
  5. Não é uma leitura que chame a minha atenção, já que não curto muito esse gênero. Mas tenho certeza que vai agradar bastante quem gosta.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Mari!
    Faço meditação diariamente e traz um equilíbrio enorme para mente e para o corpo.
    O livro muito me interessa e vou dar uma passadinha nas editoras para ver como é...
    Gostei demais da dica porque precisamos de verdade estar em pleno equilíbrio.
    “Não basta ter uma intuição forte,é preciso enxergar com os olhos espirituais,podendo assim discenir,separando então o joio e o trigo.” (Viviane SaintClayr)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Essa técnica de mindfulness é algo novo para mim. Não conhecia nada e realmente o que ela propõe se realmente praticada ajuda bastante a nos mantermos em plena harmonia com o corpo, a alma e a mente.

    Pode deixar que a dica está anotada.

    Beijos

    Blog Vento Literário

    ResponderExcluir
  8. Achei a premissa do livro bem interessante, nunca tinha lido algo do genero e nunca pratiquei a meditação tbm, mas nao sei se faria o meu estilo de livro :/

    ResponderExcluir
  9. Gosto desse tipo de livro e acho que todo mundo deveria ao menos dar uma chance pra algum deles, sabe? Mas ler e tentar extrair tudo de bom que ele pode oferecer. Controlar a própria mente é mais difícil do que parece, e técnicas de respiração e até mesmo pontos para massagear são extremamente úteis no alívio do estresse.
    Li recentemente o livro do Augusto Cury sobre ansiedade e acredito que esse seja no mesmo estilo.

    ResponderExcluir
  10. Eu não costumo ler livros como esse, mas eu fiquei com vontade de lê-lo para conhecer melhor do que ele tem para oferecer. Apesar de não ser o estilo que eu gosto, seria uma ótima oportunidade para conhecer o gênero!

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...