fevereiro 14, 2016

[Livros] Coroa Cruel - Victoria Aveyard (A Rainha Vermelha #1.5)

Título Original: Cruel Crown
Autor: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Páginas: 344
Gênero: Distopia, Contos
País: EUA
ISBN: 9788565765923
Classificação★★★★★
_______________

Dois contos do universo de A Rainha Vermelha num livro incrível e que é extremamente importante para a saga e sua completa compreensão. Narrando fatos que aconteceram - cronologicamente - antes do primeiro livro da série, Coroa Cruel conta a história de duas personagens significativas na trama e que - à sua maneira - trouxeram algum tipo de impacto ao Reino de Norta e seu destino. 

O primeiro conto fala sobre a rainha Coriane, primeira esposa de Tiberias VI. Descrevendo sua vida antes da monarquia, temos acesso a trechos de seu diário pessoal e, assim, vamos entendendo a cabeça de uma jovem que não queria nada além de ajudar aos outros e ser feliz. O peso da convivência na alta sociedade e as responsabilidades que sua posição social trouxeram foram aos poucos comprometendo seus sonhos e, consequentemente, sua vida. 

Sua inocência e o interesse do príncipe em sua mão, fez com que a jovem garota atraísse para si muita atenção indesejada. Seu destino não é segredo. A loucura a consumiu e sua história de amor que poderia ser um conto de fadas, acabou com um final nada feliz. É uma história emocionante e conhecer a mente de Coriane foi algo muito intenso, foi, - definitivamente -, meu conto preferido e machucou meu coração.

Já na segunda história, somos formalmente apresentados à Guarda Escarlate, o grupo rebelde que tem como objetivo libertar os vermelhos da escravidão. Sua organização, antes mantida sob o maior segredo vai aos poucos se revelando e conhecemos, pelo ponto de vista de Farley, alguns de seus integrantes e suas ideologias. O incrível Shade Barrow é um deles. 

Com voz e focos narrativos bem diferentes em cada um dos contos, Victoria Aveyard expõe dois pontos de vista opostos: o de uma prateada e o de uma vermelha. De cores diferentes, ambas têm vivências extremamente diferentes, mas não são felizes pelo mesmo motivo: o regime político. Coriane e Farley são peças insignificantes presas numa engrenagem muito maior que não se importa com suas opiniões e muito menos com sua felicidade, apenas com o poder.

A Rainha Vermelha é uma distopia basicamente política, assim como o livro com o qual é frequentemente comparada - Jogos Vorazes. A saga trata, principalmente, da união das classes menos favorecidas para derrubar um sistema ditatorial. Os vermelhos foram "escravizados" pelos prateados, seres poderosos (em todos os sentidos) e que se julgam superiores. O tema, que continua em alta, é popular entre os jovens que percebem traços dessas distopias nos atuais regimes políticos vigentes e se sentem inspirados a lutar por seus direitos, assim como nas histórias, para mudar sua própria história. 

No livro, há também um trecho de A Espada de Vidro, próximo livro da saga que será lançado aqui no Brasil ainda este mês. História, diagramação, revisão, um mapa de Norta e um conjunto de capas incríveis fazem, - não só de Coroa Cruel -, mas da série como um todo, uma grande obra literária. É outra distopia que precisa ser lida, não é mais do mesmo, é mais uma forma de misturar ficção, realidade e política para os jovens. A Rainha Vermelha é, acima de tudo, um livro sobre força, coragem e esperança. Vamos nos levantar, vermelhos como a aurora!


"Apesar de não gostar da maioria das histórias do irmão, ela guardava a crescente coleção em prateleiras limpas, em ordem alfabética rigorosa, com as lombadas de couro voltadas para fora a fim de exibir os títulos. Quase nenhum seria tocado, aberto, lido - uma tragédia que nem mesmo Julian era capaz de encontrar palavras para lamentar. Não existe nada tão horrível quando uma história não contada." (p. 9)

Sinopse: Duas mulheres — uma vermelha e uma prateada — contam sua história e revelam seus segredos.Em Canção da Rainha, você terá acesso ao diário da nobre prateada Coriane Jacos, que se torna a primeira esposa do rei Tiberias VI e dá à luz o príncipe herdeiro, Cal — tudo isso enquanto luta para sobreviver em meio às intrigas da corte.

Já em Cicatrizes de Aço, você terá uma visão de dentro da Guarda Escarlate a partir da perspectiva de Diana Farley, uma das líderes da rebelião vermelha, que tenta expandir o movimento para Norta — e acaba encontrando Mare Barrow pelo caminho.

Esta edição traz, ainda, um mapa de Norta e um trecho exclusivo de ‘Espada de Vidro, o aguardado segundo volume da série A Rainha Vermelha.

"(...) Ela estava feliz à sua própria maneira, o máximo que conseguia.
Mas há diferenças entre uma vela solitária na escuridão e o clarão do sol." (p. 54)

23 comentários:

  1. Oi Mari, estou lendo qualquer critica dessa serie, quando vi que você postou sua opinião de "Coroa Cruel" não poderia deixar de vim aqui saber o que você pensa a respeito também. Precisava saber se esses contos eram realmente essenciais para a historia ou poderia deixar passar, vejo que é necessário sim. Enfim, ainda não li nada dessa serie só estou mesmo querendo saber um pouco mais a respeito da historia para ver se vale mesmo apena encarar, estou me encantando cada vez mais por esses livros acho que sua resenha deu o empurrãozinho que faltava. rsrsrs

    Bjuuus! Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    ainda quero ler essa série. Acho interessante a premissa, a ambientação e o período em que se passa. Gostei da sua crítica. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá Mary! Tudo bem?
    Então, para ser sincera nunca li nenhum dos dois livros dessa série, porém tenho amigas que já leram e até mesmo pela rápida sinopse que elas me deram achei super parecida com a história de America e Maxon (A Seleção) e com outras séries tb! Ai como eu n tinha lido mesmo fui procurar saber e realmente n estava enganada. Assim, acho que se fosse para comprá-la, eu não compraria, mas como tudo hj tem na internet, quem sabe um dia eu leia!
    Adorei a resenha, quer dizer, sempre adoro o que você escreve e fico admirada pela quantidade de livros que devora mesmo tendo outros compromissos!
    Beijos, Maria Clara Vieira
    Segue meu bloguinho, pleease! rs
    http://nasnuvenscmc.blogspot.com.br/2016/02/netflix-2016-shadowhunters.html

    ResponderExcluir
  4. Oiee, não tenho pretensão em ler essa série de livros, já li tanto sobre que perdi a vontade.
    Mas tem uma coisa bem positiva é autora explorar mais o universo do livro criando contos.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  5. Ooi,
    Vejo tanta gente elogiando que tenho muita vontade de ler.
    Ótima resenha!
    Beijooos!
    www.estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de histórias que não trazem essas perspectiva batida de final feliz, infelizmente, não li o primeiro livro, mas fiquei MUITO interessada, o segundo, depois de sua resenha, não foi diferente, uma princesa que fica louca, fabuloso.

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Eu li A Rainha Vermelha e me decepcionei com a premissa. Então, dificilmente lerei essa série de contos. Eu li um dos contos em ebook e achei maçante, mesmo para um conto.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Puxa que bacana. Eu li a rainha vermelha faz pouco tempo e comprei esss livro mais ainda não chegou. Comprei achando que já era a sequência da história, não sabia que se tratava de Contos paralelos. Mas vai ser bacana mesmo assim, acho que vai ajudar na compreensão de alguns fatos.
    Sua resenha me esclareceu bem a sequência dos livros e fico feliz com isso.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  9. Olá , os livros dessa serie estão sendo muito cogitados e também muito comparados com outros livros, quero ler para dar minha opinião sobre o livro, mas parece ser bom .

    ResponderExcluir
  10. Hello! Tudo bem?

    Victoria Aveyard se tornou uma das minhas autoras preferidas!! Essa serie Rainha Vermelha é de tirar o folegooooo!
    Acabei de ler Espada de Vidro e to louca pra ler Coroa Cruel.
    As capas continuam perfeitas ne?!
    Beijos!

    LIVROS E SUSHI - https://livrosesushi.wordpress.com

    ResponderExcluir
  11. Oii!

    Aaah mari, eu me decepcionei bastante com o primeiro livro dessa série, tanto que não sei se vou prosseguir com a leitura,
    e o pior é que eu acho que fui a unica. Não curti a forma como tudo foi desenvolvido, cheio de informações demais e detalhes demais os quais eu não conseguia lembrar nem por um decreto.
    Não sei é porque eu não sou muito leitora de distopias e isso pode ter prejudicado... Não sei.
    Por causa de todo esse relado, eu broxei para a série e não pretendo continuar. Mas eu gostei da resenha e de saber que é de certa importancia os fãs lerem. As capas estão incriveis! A seguinte arrasou!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Oi, acho a capa linda, ainda não li nenhum dos livros dessa série, mas estou com vontade de lê-la desde 2015.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Terminei a leitura de A Rainha Vermelha essa semana e amei. Estou ansiosa pra ler Coroa Cruel e conhecer um pouco mais sobre Fairley e Coriane.
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
  14. Não sabia que tinha essa comparação dom THG. (Na verdade acho que há uma tendencia em falarem que tudo que for do mesmo gênero é comparável ou cópia. Tenho lido muitas criticas positivas para o A Rainha Vermelha ( só vi uma negativa até hoje). Os contos parecem muito bons, repletos de elementos e conflitos interessantes, não só pra nos envolver com os personagens e trama, mas também eficientes em nos fazer pensar sobre nossas próprias realidades.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Mariana
    Sua resenha está bem explicadinha e muito bem escrita, parabéns.
    Gosto quando esses contos agregam, e não são só desculpas para vender mais um livro. Ainda não li 'A Rainha vermelha', mas pretendo lê-lo o mais breve possível.
    Não sabia que essa série teria essa pegada mais politizada. Realmente isso tem inspirado muitos jovens pelo mundo.

    Beijo,
    João Victor - De cabeça para baixo | All POP Stuff

    ResponderExcluir
  16. Oi Mari, sua linda, tudo bem
    Saudades imensas de você também!!!! Sabe que adoro sues textos, suas resenhas sempre me apresentam um olhar diferente das histórias. Você trouxe o lado humano dos contos, a visão delas, como a política, o poder estava esmagando a vida delas e de todo o povo. Parece uma história incrível a que essa série traz, não vejo a hora de ler. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. A Rainha Vermelha quase foi enquadrado nas minhas piores leituras de 2015, faltou pouco. Então eu li o conto Canção da Rainha, porque estava gratuito. Achei Coriane muito trouxa, sabe? hahaha
    E não acho que o conto tenha inserido nada relevante na história.
    O conto da Farley eu não li ainda…
    Vou ler Espada de Vidro porque achei que no final de A Rainha Vermelha a história ganhou identidade…vamos ver!

    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Nossa, você gostou MUITO do livro, hein??? Eu ainda não li nem o primeiro, mas a sua resenha (que está muito bem escrita, preciso dizer) me animou pra isso.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  19. Oi!

    Sou colunista do Ponto para Ler e acabei de ganhar esse livro de aniversário! Estou super empolgada para ler porque também adorei A Rainha Vermelha e estou super curiosa para saber o que a Coriane e a Farley tem a contar sobre elas. Pela resenha pude ver que nós temos o mesmo sentimento com relação ao livro, então a chance de eu gostar é enorme! Vou ler o mais breve possível.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Oi Mari, tudo bem? Esse livro tem sido bem comentado em vários blogs. Li diversas resenhas e todas sempre bem positivas. Ainda não o li mas estou bem curiosa para saber mais sobre os vermelhos e os prateados e como resolvem esse conflito. Sempre quando há uma minoria que governa e impõe suas vontades de ouro lado haverá aqueles que se sentem injustiçados. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem ?

    Li "A Rainha Vermelha" assim que foi lançado (comprei na pré venda!) e confesso que me decepcionei um pouco. Espero que as continuações sejam melhores e mostrem que Aveyard tem talento, de fato. Me animei com o lançamento desse livro de contos e espero gostar mais do que o título que deu início a série.

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
  22. Ola... ainda não li nenhum livro dessa trilogia! Confesso que não gostei muito da premissa do livro "A rainha vermelha", mas depois de tantos comentários positivos, estou pensando seriamente em dar uma chance, quem sabe não me surpreenda!

    Parabéns pela resenha
    bj
    Keyla - http://blogleituraterapia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oeee! Tô com "A Rainha Vermelha" pra ler aqui tem uns seculos marotos aí,morria achando que essa ja era a continuação do livro,mas são contos....Xô processar isso...Enfim,pretendo ler assim que acabar "A RAINHA VERMELHA",abraço!

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...