janeiro 05, 2015

[Livros] Entre o Agora e o Sempre - J. A. Redmerski

Título Original: The Edge Of Always
Autor: J. A. Redmerski
Editora: Suma de Letras
Páginas: 302
Gênero: Ficção, Romance, New Adult
País: EUA
ISBN: 9788581052151
Classificação★★★★☆
_______________

No segundo volume da duologia de J.A. Redmerski, descobrimos o que aconteceu com Camryn e Andrew depois do final eletrizante de Entre o Agora e o Nunca. O casal de protagonistas que parece nunca encontrar seu ‘felizes para sempre’ vai enfrentar nesse livro, mais uma cruel armadilha do destino. Porque desgraça pouca é bobagem. Esse foi o único motivo para o livro não ter alcançado a nota máxima, na minha opinião. 

A narrativa de Redmerski é viciante e a jornada dos protagonistas é interessante, mas o problema está no fato de que tudo parece conspirar contra Camryn. Tudo na vida da garota dá errado. Como se não bastasse ter perdido o ex-namorado, a separação dos pais, o rompimento com sua melhor amiga, o abandono do emprego, o quase estupro, a falta de sorte, o amigo que se disse apaixonado por ela, o câncer e quase-morte do seu atual noivo e todas as outras desgraças, ela ainda perde o bebê que estava esperando. Foi uma cena muito triste e nesse momento eu realmente quis jogar o livro pela janela. É azar demais para uma pessoa só!

Andrew, como sempre um fofo, fica ao lado da noiva em todos os momentos. Ele, inclusive, após a morte do pai, se dedica mais à Camryn do que a si próprio. Apesar de ter acabado de superar um câncer considerado incurável, ele precisa ficar de olho na noiva, que novamente cai em depressão e se descontrola. O livro é bastante depressivo e a quantidade de desventuras é enorme, depois da página cem eu já rezava por um final feliz e sem mais baixas.

Após o aborto espontâneo,  Camryn se perde completamente. A dor e o vazio que a garota sente dão lugar ao vício por comprimidos. Sem saber como fazer aquilo passar, ela se droga cada dia mais. Todos ao seu redor parecem não perceber e quando eles se dão conta, a jovem parece estar em overdose. Andrew se culpa e decide fazer alguma coisa para ajudar o amor da sua vida a superar e seguir em frente.

Da primeira vez, uma viagem sem destino resolveu os problemas dos dois. Cair na estrada é então o remédio para curar a tristeza de Camryn e trazê-la de volta à vida. De certa forma, dá certo e aos poucos eles começam a viver como sempre quiseram: livres. Sem trabalhos fixos, residência fixa ou obrigações, eles aproveitam cada segundo de seu tempo na estrada e começam a se reencontrar.

Muita música, cenários apaixonantes e um amor incondicional fazem desse um livro apaixonante. A trilha sonora folk continua embalando os amantes e as cenas eróticas são cada vez mais sutis e carinhosas. É leitura indicada para seu público-alvo: os jovens adultos que estão procurando seu lugar no mundo. Talvez nosso lugar ainda não esteja definido, talvez todos os lugares sejam o nosso lugar.

"Vejo os olhos de Andrew, cobertos por um fino véu de lágrimas, enquanto ele olha para o médico, que diz palavras que somem no fundo da minha mente.
O coração de Lily não está mais batendo.
E eu penso... é, o meu também não." (p. 49)

Sinopse: Camryn Bennett e Andrew Parrish nunca foram tão felizes. Cinco meses depois de se conhecerem num ônibus interestadual, os dois estão noivos e prestes a ter um bebê. Nervosa, mas empolgada, Camryn mal pode esperar para viver o resto de sua vida com Andrew, o homem que ela sabe que vai amá-la para sempre. O futuro só lhes reserva felicidade... até que uma tragédia os surpreende. Andrew não consegue entender como algo tão terrivelmente triste pôde acontecer. Ele tenta superar o trauma — e acredita que Camryn esteja fazendo o mesmo. Mas, quando descobre que Camryn busca sufocar uma dor imensa de uma forma perigosa, fará de tudo para salvá-la. 

Determinado a provar que o amor dos dois é indestrutível, Andrew decide levar Camryn numa nova jornada carregada de esperança e paixão. O mais difícil será convencê-la a ir junto... Com Entre o agora e o sempre, a aguardada continuação de Entre o agora e o nunca, J. A. Redmerski concluiu a história de amor que encantou milhares de leitores.

"- Camryn, você é a outra metade da minha alma, e eu vou te amar hoje e todo dia pelo resto das nossas vidas. Prometo que se um dia você me esquecer, lerei para você, como Noah lia para Allie. Prometo que, quando ficarmos velhos e nossos ossos doerem, nunca dormiremos em quartos separados. (...) Prometo assombrar você como Patrick Swayze assombrou Demi Moore. - Seus olhos começam a se encher de água. Eu acaricio as palmas das mãos dela com meus polegares. - Prometo que nunca vamos acordar um dia, daqui a anos, e nos perguntar por que desperdiçamos nossas vidas sem fazer nada, e que seja qual for a dificuldade que enfrentemos, eu sempre, sempre estarei com você." (p. 239)

13 comentários:

  1. Hahaha, estou louca para o livro, entre o agora e o nunca . Muitos disseram que o primeiro livro é bem melhor. Então eu não sei, quero ler e formar minha própria opinião. Pelo que vi, deve ser um romance misturado de emoções e sei que irei me surpreender!
    Beijos e ótimas leituras

    www.gemices.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu to curioso pra ler essa série, mas ai, quando os protagonistas sofrem muito eu já saio, eu sofro com eles kkk

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei a capa, sei lá, me passa um certo suspense. Eu sou mega sentimental, e com isto concordo com o comentário acima, mas me despertou imensa curiosidade. Partiu sofrer :P

    ResponderExcluir
  4. Olá! Gostei de algumas partes da resenha ,só que sou jovem demais para ler isso daí

    ResponderExcluir
  5. Eitaaaa, eu comprei o livro 1 ainda estou esperando chegar, ansiosa para começar a ler o primeiro livro para sarpar para o segundo. :D

    xoxo!
    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Também não gosto quando tudo dá errado na vida de um personagem. :/
    Apesar da narrativa da autora ser viciante não fiquei interessada nessa duologia(?).
    Ótima resenha! Bjs <3

    ResponderExcluir
  7. Adoro quando lemos um livro com uma narrativa viciante e envolvente.
    Eu não acompanhei essa duologia, mas que bom que você gostou e se entusiasmou taaaaanto, rs. Livros que contém músicas é sempre bom, dá para ir acompanhando ouvindo também, bem legal isso.

    ResponderExcluir
  8. O livro Entre o agora e o nunca é LINDO!!! Estou apaixonada pelo Andrew (será que existe algum homem assim na face da Terra?? A história é linda! A leitura é bem envolvente e o livro é viciante. Vou ler o livro com certeza!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Você escreve algo trágico de uma forma engraçada, eu deveria ter ficado condoída com a situação da protagonista, mas não consegui, você escreve de uma forma tão espontânea que consegui apenas dar risadas.
    É inacreditável que tudo isso ocorra com uma só pessoa, digo, é possível que tudo de ruim possa ocorrer só com ela ? Acho que não teria paciência para ler tanto drama.
    Aquela citação de quando o coração da Lily para de bater me arrepiou, ótima escolha de palavras por parte da autora.
    Se eu pudesse e me interessasse por New Adult e dramas, talvez eu desse uma chance para esses livros.

    ResponderExcluir
  10. Oie,

    Eu não resenhei esse livro pelo fato de ter achado um pouco demais tudo que aconteceu. A autora tinha terminando muito bem o primeiro e acho que realmente não precisava de um segundo. A toda hora durante a leitura eu ficava vendo ela colocar obstáculos para eles superarem. Na minha humilde opinião não precisava. A leitura é bem rápida e quem gosta dos personagem é uma ótima leitura. O livro em si não foi ruim, mas acho que desnecessário.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Sorteio Fim de ano

    ResponderExcluir
  11. Oi, Mari!
    Ah, não gosto muito de livros onde as coisas NUNCA dão certo para o personagem principal... poxa, se eu quisesse ver desgraça, eu não iria me refugiar nos livros hahahah
    Enfim, parece que o primeiro livro é melhor, mas ainda assim fico curiosa para ler a duologia.

    Beijos
    Rayssa
    http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Mari!
    Viagem parece que sempre dá uma aliviada e resolve tudo de ruim, né?
    Nossa! Fiquei triste por tanto sofrimento da protagonista, coitada, chega a dar pena! Espero que ao menos o final seja satisfatório.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Apesar de não desgostar de Entre o Agora e o Sempre, prefiro Entre o Agora e o Nunca. Achei a continuação completamente desnecessária, parece um daqueles livros que fazem sucesso e por causa disso o autor faz uma continuação só para ganhar uma graninha a mais... Bem foi o que pareceu para mim. Em minha opinião não seria necessário um segundo livro, isso não significa que ele seja ruim, só que não é tão bom quanto o primeiro.

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...