janeiro 08, 2015

[Livros] A Teoria de Tudo - Jane Hawking

Título Original: Travelling To Infinity
Autor: Jane Hawking
Editora: Única
Páginas: 448
Gênero: Biografia
País: Reino Unido
ISBN: 9788567028514
Classificação★★★★★
_______________

O ditado 'Por trás de um grande homem sempre há uma grande mulher' se aplica perfeitamente à vida de Stephen Hawking. O cientista genial que sempre viveu preso num corpo enfraquecido pela doença, encontrou em sua primeira esposa, Jane Hawking, sua força. Uma história magnífica que apresenta uma perspectiva menos científica, mas não menos brilhante da vida de Stephen. Com amor, fé e determinação, uma mulher mudou a vida de seu marido.

Ao iniciar a leitura, como qualquer leigo que infelizmente confia na mídia para se informar, eu tinha uma opinião errônea sobre a primeira esposa de Stephen Hawking. Sempre achei que Jane fosse uma mulher egoísta e mesquinha que abandonou o marido quando ele mais precisava dela. Acontece que muitas das notícias vinculadas na mídia não eram verdade, mas sim especulação. Toda a história dessa família nada convencional foi esclarecida nesse relato sincero e intimista da primeira e única Sra. Hawking. Jane fez o possível para salvar seu casamento, mas as consequências acabaram deteriorando tudo. Nem sempre o amor é o bastante.

De início, é preciso entender que Jane se interessou por Stephen ciente de sua condição. A ELA (a doença degenerativa que acomete o físico) foi diagnosticada no jovem ainda em sua adolescência. Tímido, porém inteligente, Stephen chamou atenção de Jane e os dois começaram a namorar. Tudo é narrado detalhadamente e o leitor se vê na década de 60. Entre a magia de um primeiro amor e as ideias brilhantes do garoto, esse relacionamento evolui aos poucos e mesmo com um diagnostico cruel e nada otimista, Jane aceita se casar com Stephen.

A autora diz que um casamento é integrado basicamente por duas pessoas, mas que no seu caso, sempre houve uma terceira integrante: a doença de Stephen. Conviver com os efeitos da degeneração foi em especial complicado para a esposa dedicada, que sempre cuidou do marido, assim como de seus filhos. Após um tempo, a genialidade do físico envolve uma quarta integrante à esse casamento já tão complexo: a física. As fórmulas e equações sempre atingiram um lugar que a esposa nunca conseguiu atingir em Hawking.

Jane recebe cada vez menos atenção do marido, que vai aos poucos ficando famoso e conquistando seu lugar no mundo. Diversas vezes, percebemos como ela se sente deslocada, inútil, ignorante e desprezada. A genialidade de Stephen a ofusca e ela abre mão de seus sonhos para se dedicar à família e à carreira do marido. Jane Hawking é uma verdadeira guerreira. Ela lutou pelos direitos dos deficientes físicos, por melhores condições, por suas crenças e por sua família. Muitas vezes injustiçada, ela se sentia exausta pela rotina profissional e doméstica, além do dever para com o marido, que foi elevado a outro patamar, quando ela se viu responsável por cada atividade de Stephen. 

O ponto mais interessante da narrativa são os embates clássicos entre os dois que ocorreram durante todo o casamento dos Hawking: a fé. Ateu declarado, Deus não tem espaço nas teorias de Stephen. Enquanto isso, Jane se apega à fé para aguentar tudo o que lhe foi designado. Com o tempo essas e outras diferenças vão interferindo no relacionamento do casal e o resultado é o que nós conhecemos hoje em dia. 

Eu julgava Jane antes de conhecer sua história e depois de ler as memórias de sua vida, vi que eu não podia estar mais errada. Uma mulher admirável, que fez da sua vida um exemplo e ainda assim foi hostilizada, humilhada e abandonada. Amor, superação e dedicação. Jane é tão ou mais fascinante que Stephen Hawking e ela enfrentou tanta coisa quanto ele. A vida não é difícil apenas para os confinados à doença, mas também para os que os amam. 

"(...) Eu estava convencida que tinha de haver mais no céu e na terra do que havia na frua e impessoal filosofia de Stephen. Embora nessa fase eu me sentisse completamente enfeitiçada, atraída por seus olhos claros cinza-azulados e pelo largo sorriso de covinhas, resisti a seu ateísmo. Por instinto, eu sabia que não poderia me permitir sucumbir a essa influência negativa; que não poderia oferecer consolo nem conforto e esperança para a condição humana. O que o ateísmo faria seria destruir a nós dois. Eu precisava agarrar-me a qualquer fio de esperança que pudesse encontrar e manter a fé suficiente por nós dois se houvesse algo de bom em nossa triste condição." (p. 42)

Sinopse: A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen.

"Ainda nos anos 1970, a iluminação terrestre era escura o bastante para que Robert, Lucy e eu fôssemos capazes de olhar para o céu à noite e nos maravilhássemos com a remota beleza das estrelas como lantejoulas que brilham na escuridão. Podíamos especular sobre distâncias imensuráveis e intervalos de tempo incompreensível e admirar o gênio - pai deles e meu marido - que podia transformar esse infinito espaço e tempo em equações matemáticas." (p. 235)


20 comentários:

  1. Uau Mari, linda e muiito bem descrita a sua resenha flor , eu já estava interessada nesse livro desde que a Editora Única começou a fazer a propaganda desse livro. quero ler o livro e ver o filme que parece ser uma adaptação incrível ;)

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Mari, estou mega ansiosa para ler esse livro. Parece emocionante e fortíssimo. Realmente, concordo com você que por trás de um grande homem existe uma grande mulher e esse livro retrata exatamente isso

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 4 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  3. Como eu amo Física, sempre admirei muito o Stephen Hawking. Não cheguei a assistir esse filme mais novo, mas vi um outro feito para a televisão de alguns anos atrás. Gostei muito da história deles e gostaria muito de ler o livro. Aliás, eu achei a capa tão tão linda, com essas fórmulas todas :) Infelizmente agora eu não tenho como comprar o livro, mas um dia ainda o farei e lerei com muita alegria.

    Leitores Forever

    ResponderExcluir
  4. Muito bom esse livro pra vermos o lado da Jane e não julgar ela. Estou bem ansiosa pra fazer essa leitura por isso pra saber mais sobre essa doença que Stephen tem.
    Amei a resenha! Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Quando eu vi o lançamento desse livro quase o solicitei para a resenha. Porém não o fiz todavia. Não sabia que era uma história real e com isso fiquei mais animada com a leitura. Fiquei imaginando as coisas que Jane fez por seu marido e de como foi a vida dela. Com certeza irei ler esse livro.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Sorteio Fim de ano

    ResponderExcluir
  6. Achei a história do livro muito bonita e me deu muita vontade de ler. Acredito que amor realmente não tem obstáculos e ser uma história real me deixou ainda mais interessada.Entrou par minha lista de desejos com certeza.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Com certeza eu terei que ler esse livro. A história é linda e estou louca para ler. Não sabia da história, é a primeira vez que vejo a resenha desse livro.
    Adorei a resenha, apenas aumentou minha vontade ;)
    Beijoss

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. love everything! great photos :D

    Visit my blog? xx Miss Beatrix (http://missbeatrix.com)

    ResponderExcluir
  9. Esse livro é um daqueles que parecem nos fazer chorar e nos emocionar. Quero muito ler e assistir. Não vejo a hora do lançamento.

    ResponderExcluir
  10. Eu nem comecei a ler esse livro ainda e já to em uma crise de amor e ódio com ele, porque a história é linda, mas vai me fazer chorar. O lado ruim de livros contando histórias verdadeiras é já saber o final e ficar se remoendo com isso desde o começo.

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir
  11. Estou adiando a leitura deste livro porque sei que vou chorar horrores.
    Quase chorei com a sua resenha.
    Fala sério!!!! Porém, diferente de você, eu já sabia que a mídia emporcalhava a vida da esposa, é o que sempre fazem não é mesmo? Imaginava o quão difícil seria ser casada com ele... Se já é difícil ser casada com um marido não famoso e saudável, imagine ser casada com o marido dela... Por isso já admirava tudo isso.
    O livro está aqui, só me faltou coragem, mas lerei sim, com certeza!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu quero muito assistir o filme que vai lançar!
    Só estou com medo agora, pois não sei eu vou conseguir comprar esse livro para ler a tempo!
    A sua resenha está enorme, mas está incrível!
    Parabéns e sucesso
    Beijocas

    ResponderExcluir
  13. Oi, Mari! Como vai??
    Nossa. Sei lá, não sei muito bem o que comentar. Fascinante. Triste. Parece um tanto muito triste. E claro que o Stephen é ateu, aliás, "ciência e religião não se misturam". E a fé da Jane parece... Oh, eu não sei. Incrível. Ela aguentou tudo por muito tempo, entretanto o amor nem tudo suporta. Ver as coisas pelo ponto de vista dela muda tudo. E a mídia, claro, a maldita mídia... Não se deve acreditar nessas coisas. Adorei a resenha!!! Estou louca para comprar/ter/ler.
    Beijinhos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Ver um lado de Stephen Hawking que não está ligado a suas teorias e fórmulas é, por si só, surpreendente.
    Gosto de física, o que não quer dizer que fui a melhor da minha sala, gosto do céu e das estrelas, o que não quer dizer que os entenda. Stephen Hawking não só gosta dessas coisas, ele as compreende e as transforma em equações, ele explica e debate sobre. É algo que muitos de nós nem sonhamos em fazer, mas ele pode. Ainda assim, Stephen Hawking viveu várias barreiras, só que não foi somente ele o afetado.
    Conhecer o lado sentimental de toda a trajetória do eterno opositor da ideia de viagem no tempo de Einstein é interessante. Não julguei Jane, pois, embora falho, eu nem mesmo a conhecia.
    O que mais me motiva a ler esse livro, não é ter cometido uma injustiça de julgamento antes, é ver o mestre como o mestre, passivo de falhas e de recomeço. Jane foi/é importante, quero ter consciência do quanto.

    ResponderExcluir
  15. Olá ! Mariana gostei muito da sua resenha muito discreta ,algumas partes são muito tristes ,esse livro fala muito sobre relacionamentos ,minha amiga gosta dê livro quê contêm isso ,vou falar pra ela ,sobre ele quem sabê ela fica curiosa, e deseja comprar se ela comprar e ler eu falo pra você o quê ela achou do livro.

    ResponderExcluir
  16. Oláá, Mari! Como você está?
    Me vi ainda mais encantada com a história, se é que é possível. Me envolvi com tua escrita o que não acontece raramente, mas frequentemente sempre que visito o Love Lovers. Estou muito entusiasmada pra conhecer mais de perto a vida dessas duas pessoas. Ter um relato mais a fundo por meio de um livro é com certeza o melhor que posso esperar, e é o que farei. Não tenho dúvidas de que a Jane traga uma força imensurável dentro de si e que nós possamos ver isso claramente na história.
    Me deixa feliz saber que você gostou, e como eu já ter um fascínio pela jornada do Stephen.
    Um beijo minha linda!
    Paula, Poetisa & Literária

    ResponderExcluir
  17. Mariana!
    Infelizmente a mídia repassa informações erradas, principalmente quando quer enaltecer um ídolo como Hawking.
    Gosto de livros baseados em fatos reais e a biografia de Jane Hawking é uma daquelas imperdíveis, que temos de ler para aprender o que é superação e amor.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, Mari, tudo bem?
    Tô lendo esse livro, mas apesar de estar gostando da história, tô com certa dificuldade de concentração. Eu tenho um sério problema com biografias... elas nunca rendem pra mim.
    Li apenas a primeira parte e decidi até intercalar com a leitura de outros livros, senão me dá aflição (odio ficar muito tempo lendo o mesmo livro).
    Bem, sua resenha me deixou mais animada em relação ao livro, pois logo de cara não simpatizei muito com o Stephen... sou eu ou ele é um pouco egoísta e egocêntrico?

    Beijos,
    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Essa história deve ser incrível. Apesar de conhecer muito pouco do trabalho do Hawking, a importância dele para o mundo faz com que a admiração simplesmente exista, sem a necessidade de um motivo claro. Acho que principalmente esse detalhe torna o interesse ainda maior.
    Pra falar a verdade, nunca vi os comentários da mídia sobre a Jane, mas se eles criaram essa imagem, fico realmente feliz em saber que você estava errada. Apenas por sua resenha já passei a admirá-la.
    Espero ter a oportunidade de ler e também me encantar por tudo que essa história deve representar!

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  20. De inicio fiquei sabendo que ia ter um filme sobre Stephen Hawking, mas não sabia que teria um livro. Depois fiquei sabendo sobre o livro, mas até agora não tinha lido nenhuma resenha sobre ele... E a sua me deixou ainda mais curiosa para ler esse livro, que parece incrível, além de conhecer um pouco mais sobre esse físico brilhante!!

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...