novembro 12, 2014

[Livros] Belo Desastre - Jamie McGuire

Título Original: Beautiful Disaster
Autor: Jamie McGuire
Editora: Verus
Páginas: 392
Gênero: Ficção, Romance
País: EUA
ISBN: 9788576861911
Classificação★★★★☆
_______________

Um belíssimo desastre! Há tempos eu vejo boas críticas à trilogia 'Belo Desastre'. De fato, o livro não me decepcionou, pelo contrário, Jamie McGuire escreveu uma introdução viciante para a coleção e o público feminino vai suspirar do começo ao fim. O título do livro pode ser interpretado de várias maneiras diferentes, e uma delas ressalta que a relação dos protagonistas é um desastre que pode dar certo. Até grande parte do livro eu pensava que se tratava disso, mas é muito mais do que isso. Travis e Abby são belos desastres também. 

Travis é um badboy incrivelmente bonito. Galinha, cafajeste, sedutor, o típico cara por quem todas se apaixonam. Todas menos Abby. O garoto mais popular e desejado da faculdade nunca havia sido rejeitado antes, e é aí que ele finalmente se apaixona por uma garota. Muitas diriam que Abby é sortuda, mas ela não pensa assim. Em vários momentos eu quis gritar, sacudir e até mesmo estapear Abby por ser a típica protagonista sonsa. "Ah, o Travis é muito problemático", "Ah, ele vai me levar para o mau caminho", blá blá blá.

O fato é que a garota certinha que Abby é acaba encantando Travis, e o badboy fica realmente louco por ela. Eu diria até literalmente louco por ela. Com um gênio forte, possessivo e ainda por cima sendo um lutador, ele é o garoto-problema ideal. "Ah, mas ele mesmo assim consegue ter momentos de fofura extrema, como quando ele passa a chamá-la de 'beija-flor'. É notável a diferença do protagonista no decorrer da narrativa, ele vai se revelando aos poucos e vamos vendo que toda aquela imagem que ele passa não define quem ele é. Em muitos momentos, Travis demonstra o quanto ama Abby e suas demonstrações públicas de afeto são tudo o que uma garota sonha.

É aí que todo mundo questiona: "Qual é o seu problema Abby? Por que você continua rejeitando ele?". Essa pergunta se repete por vários e vários capítulos até que finalmente percebemos que a jovem não é assim tão perfeita. Ela também tem problemas e um passado obscuro do qual ela vem fugindo. Ela também é um desastre. 

Os encontros e desencontros desses dois são emocionantes. Eles são bem extremos, teimosos e impulsivos e por conta disso, a relação deles é como o título do livro. Vale ressaltar que não é uma trama rica em história ou com uma narrativa complexa. Por vezes, eu senti que Abby era bipolar. Sério! Ela mudava de ideia toda hora a respeito do que queria, mas como a narrativa é contada do ponto de vista dela, pode-se entender o quanto ela estava confusa com seus sentimentos. Além disso, em certo ponto, percebemos que a mocinha sonsa não é tão sonsa assim (mesmo assim eu ainda te odeio por dispensar o Travis, Abby! kkk). 

Eu senti falta de algumas cenas mais eróticas, até porque a construção dos personagens leva a crer que haveria mais erotismo no livro. Quem sabe no próximo volume? Os personagens secundários são bastante intensos e da mesma forma como ocorreu com a protagonista, odiei a melhor amiga dela, são duas malas sem alça. Um destaque especial para Finch, um amigo que tem um espaço importante na trama, sendo o conselheiro que sabe o que dizer na hora mais difícil. Inclusive, Jamie McGuire mostra que uma boa amizade é a base de tudo.

Um livro que fala sobre como as aparências enganam e por trás de um poço de confiança há um garoto inseguro que deseja desesperadamente se agarrar a algo ou alguém. Enquanto uma menina comum é mais interessante do que as garotas lindas e populares por quem todos se interessam. Nem sempre o exterior diz tudo e somos todos belos, assim como somos todos desastres.

"- Não é engraçado. Você quer que a faculdade inteira ache que eu sou uma de suas vadias?
Travis franziu a testa.
- Ninguém acha isso. E, se acharem, é melhor torcerem para que isso não chegue aos meus ouvidos." (p. 53)

Sinopse: Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa e deseja evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.

"Parker balançou a cabeça.
- Ele te vê como um desafio a longo prazo, Abby. Ele fez você acreditar que é diferente das outras garotas para conseguir te levar pra cama. Ele vai cansar de você. Ele tem a capacidade de concentração de uma criancinha.
Travis deu a volta em mim, parando tão perto de Parker que o nariz deles quase se tocou.
- Eu deixei você falar, mas minha paciência já se esgotou.
Parker tentou olhar para mim, mas Travis se inclinou e se pôs no caminho dele.
- Não olha pra ela, porra. Olha pra mim, seu merdinha mimado. - Parker focou o olhar em Travis e ficou esperando. - Se você sequer respirar na direção dela, vou garantir que chegue mancando na faculdade de medicina." (p. 203)


23 comentários:

  1. Eu sou mega doida para ler essa trilogia também vejo varias criticas boas a respeito do livro por ai, pelo que pareceu na sua resenha você achou a historia mais ou menos, mais mesmo assim ainda não me tirou vontade de querer ainda lê-lo. :)


    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari

    Eu tive uns sentimentos bem contraditórios quando li Belo Desastre. Primeiro que apesar de ter suspirado em alguns momentos eu não quero um Travis na minha vida, uma pessoa totalmente descontrolada, possessiva e meio maluca. Mas muitas dessas loucuras eram culpa de Abby uma das garotas mais chatinhas do universo literário. Elle não sabia lhe dar com o que estava sentindo e Abby não ajudava nem um pouco. Em muito momentos ele se mostrou o homem mais incrível do mundo, super apaixonado, sempre querendo agradar e declarando abertamente seu amor a Abby, mas ela nunca sabia o que queria. A meu ver sem os ataques de indecisão dela, não teríamos os ataques de loucura dele.
    Achei o final forçado demais depois de tudo, mas acabei engolindo.
    Tenho muita curiosidade de ler o livro que é narrado sob o ponto de vida de Travis, mas ainda não animei para isso.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  3. Ai, ai.. Travis é muito amor!!!
    Sou suspeitíssima para falar, pois AMO esse livro. A Abby também me irritou bastante, mas acho que não tanto quanto à você rs.
    Cada vez que ele era fofo com ela eu me derretia mais por ele.
    Leia Desastre Iminente, é a história sobre o ponto de vista dele, você vai se apaixonar ainda mais!!!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Hahaha. Adorei sua resenha!! Você usou um toque de humor ótimo para descrever os personagens!! Muito legal.
    Eu li o livro, gostei, mas não foi o melhor do melhor do mundo. Será que fui clara?
    Enfim, Travis-badboy-gostoso-Madox é incrível!!!

    Ainda não li o segundo, mas quero saber qual é a dele!!

    Bjkssss

    Lelê

    ResponderExcluir
  5. Passeando pela blogsfera avistei sua resenha e quando li o nome TRAVIS tive que parar para ler!
    Genteee! Pensamos totalmente iguais em relação a Abby. A odiei desde o inicio do livro. Que vontade de socá-la ¬¬ kkkkkkkkk
    Não minha humilde opinião, ela nunca mereceu o Travis. Maaas fazer o quê?? Ela soube amarrar ele muito bem kkkkk
    Sei que as opiniões sobre esse livro são muito contraditórias. Algumas pessoas amaram, outras odiaram. Enfim, eu ameeei ♥
    Amei o Travis rs ♥ Amei a história ♥ Amei a escrita da autora ♥ Amei tudo, menos a Abby kkkkk
    Adooorei a resenha ♥
    Grande beijo!
    http://cupcakedeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Mariana!
    Há muito desejo ler essa trilogia, mas infelizmente ainda não tive oportunidade.
    Abby pelo jeito não sabe aproveitar o tão maravilhoso Travis. ele tem sido uma unanimidade no mundo literário feminino e nem tive oportunidade de me encontrar com ele ainda...kkkkk
    Vou ter de ler de todo jeito.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é simplesmente perfeito, ocupa um dos primeiros lugares em minha lista de favoritos. Travis consegue encantar todas, esse bad boy é perfeito. E realmente, tem momentos que dá vontade de sacudir a Abby, ou dar uns tapas, haha. Adorei a resenha!
    Beijo,
    http://pactoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Hey, Mari.

    Já li esse livro tem um tempinho, na verdade já li os 3 livros do Travis e Abby. Gosto muito do gênero New Adult, mas te confesso que esse não é um dos meu favoritos. Mas sim, eu curti bastante a história dele. Adoro coisas clichês disso do fortão que nunca ficaria com a nerd, mas depois descobrimos que ele também é um pouco nerd. Estou bem ansiosa com o livro do irmão dele, no momento me fugiu da memória o nome. Mas parabéns pela resenha.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Pelo que percebi na resenha a história de Abby e Travis vem nos mostrar que nem sempre somos como as pessoas dizem que somos ou como parecemos ser, dentro de cada um de nós existe algo escondido, e Travis parece ser o tipo de cara que é sincero e que se apaixona por Abby e faz de tudo para conquista-la. Abby ao contrário é uma garota que pensa que Travis é o pegador daqueles que não vai sentir amor apenas por uma garota.Ótima resenha, a história parece ser maravilhosa. Espero poder lê em breve e descobrir o belo desastre entre Abby e Travis.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Nunca tive muita vontade de ler esse livro e continuo não tendo pra falar a verdade. Acho legal o cara popular que todas querem se apaixonar pela zé ninguém e ela não querer ele, é um romance clichê mas legal de se ler até, mas não sei, alguma coisa não me convenceu nesse livro ainda.

    ResponderExcluir
  11. Lorena Gasparoto
    Olá,
    tenho lido muitos posts sobre a série e estou muito curiosa para ler. A personagem Abby parece ser meio irritante, mas já conheci muitas protagonistas assim, kkkk. Sua resenha esta ótima, beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Mari!!
    Amei a resenha <333 Sério. Gente... sério hahahah Não sei, mas, aaaah, não sei. Ela meio que me puxou para dentro da história.
    Não li Belo Desastre e ainda não sei se quero ler. (Devido a minha idade e o meu senso do que "eu posso ou não"...) Não sou fã de erotismo. Quem sabe um dia? Mas com certeza lerei a resenha do próximo livro quando você a escrever! Sempre me questionei: Por que raios na capa do livro tem uma BORBOLETA presa num POTE DE VIDRO???? Deve ser uma metáfora. (Não?)
    Achei legal o fato de a sonsa da Abby não ser sonsa, porque gente, tem personagem que é sonso do começo ao fim da trama! Isso é, quando tem trama. E, ah, pensei que fosse um roteiro mais intenso... Sei lá, é o que parece.
    Beijinhos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu ainda não li esse livro, mas não me interesso muito por new adult, por mais que esse livro seja muito bem comentado eu realmente não tenho vontade de ler.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. O cara bad-boy e a mocinha politicamente correta me parece meio clichê. Já vi algumas vezes, mas... Se você diz que ela não é tão sonsa assim, talvez seja interessante ^^.
    Acho que li em alguma outra resenha sobre esse passado, mas agora que fiquei na dúvida, fiquei também curiosa :p

    ResponderExcluir
  15. Dona Mariana Siqueira!
    O que faço com você?!?!
    Caraca,como tem me influenciado a ler estas suas ultimas leituras!!! Impressionante!
    Ultimamente estou com medo de ler as suas resenhas! FRANCAMENTE!
    Preciso terminar o meu desafio, mas suas resenhas me desafiam ao mesmo tempo!!! Assim não dá kkkkkk
    Tenho que colocar na minha pequena e enorme lista para 2015, porque por esse ano não vai rolar huahuahuahua
    Mariii eu sei o quanto sentiu ao ler esse livro, é muito bom ter uma amiga blogueira na mesma sala de faculdade!
    Beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/2014/11/livros-entre-o-amor-e-o-silencio.html

    ResponderExcluir
  16. Amei essa sua resenha sobre BD!
    Acho que ainda não tinha lido muitas, já tenho o livro e só preciso conferir se é tão bom msm agora! haha
    Falam maravilhas, principalmente do Travis, haha
    Beijos, saiu a parte II do conto!
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Mari,
    Caraca que resenha, eu ainda estou tentando superar.
    Enfim, também ouço várias criticas boas em relação à essa trilogia e ela realmente me chama a atenção. O único problema para mim é que eu tenho medo de achar ela meio repetida, tipo vários filmes que assisti tem exatamente esse mesmo enredo: o cara popular e a garota tímida, a aposta e blá blá blá mas como você disse ela tem um passado obscuro que talvez essa seja a diferença.
    Agora irei esperar pra ver qual vai ser minha interpretação de Belo Desastre quando ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. A história desses dois é tão linda e apaixonantes. Eu amei o livro e Travis, é claro <3
    As brigas, ciúmes, o romance é tão bom de se ler.

    Bjs,
    Carinho das Palavras

    ResponderExcluir
  19. Acho essa capa linda!
    *.*
    Ah, detesto protagonistas sonsas e cheias de mimimi, haha, mas o mundo está cheio delas, então é o jeito aceitá-las.
    Gostei muito da sua resenha e do fato de que é cheio de encontros e desencontros. Gosto de livros assim.
    :)

    Beijoooooooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  20. Eu amo o Travis Maddox e tenho os três livros sobre ele. Agora pretendo comprar o novo que é sobre um dos irmãos dele. Amo a familia Maddox e adorei sua resenha. Sim, tive muita raiva da Abby no primeiro livro e no dois também, mas pelo o que li de Belo casamento foi perfeito. Odeio dar Spoilers, portanto morra de curiosidade e leia os outros livros.
    Bjos! :D

    http://luadesangue1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oii Mari!
    Menina, que poder você tem nessas suas resenhas eim, rs!
    Ao contrário de você, eu andei ouvindo comentários bem negativos do livro, e acabei desanimando .. Mas depois de ler a resenha já to doida pra devorar o livro !!!
    Olha, me fala, como não se apaixonar pelo Travis? Eu já to aqui babaando nele *.*
    Eu gostei da Abby, acho sim que ela foi uma idiota em recusar o Travis, mas pelo que percebi os motivos dela são bons, e ao contrário de achar ela uma protagonista chatinha, eu achei ela bem decidida ! Ah, também achei que seria um livro beem hot ! :}
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Li Livro viciante, não consegui parar de ler até chegar na última página. Gostei dos personagens, achei que ambos possuíam personalidade forte e isso provavelmente foi o que tornou o enredo tão interessante, mas achei o Travis um pouco mais desenvolvido, afinal, realmente tem como não amar o Travis?!

    ResponderExcluir
  23. Apesar de já terem me indicado esse livro por diversas vezes, eu tenho um certo receio em lê-lo porque ele parece ter o tipo de história meio clichê e até mesmo um pouco batida :(

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...