novembro 05, 2014

[Livros] Onde Deixarei Meu Coração - Sarra Manning

Título Original: Nobody's Girl
Autor: Sarra Manning
Editora: Galera Record
Páginas: 336
Gênero: Ficção, Romance
País: Reino Unido
ISBN: 9788501095169
Classificação★★★★☆
_______________

Encantada. Assim eu fiquei ao terminar de ler mais um livro da Sarra Manning. A autora, que já havia me conquistado com o livro "Os Adoráveis" no ano passado, traz mais um young adult fofo. Cheio de momentos girlie, é leitura indicada para as românticas e sonhadoras de plantão. Onde Deixarei Meu Coração fará com que os leitores se apaixonem por Paris (mais ainda, se for possível).

Com uma narrativa leve e cotidiana, Sarra nos apresenta Bea, uma garota careta que leva uma vida tediosamente comum. Ela é a típica adolescente britânica certinha e que nunca sai da linha. Diversas vezes no decorrer da narrativa, me identifiquei com a protagonista, ela passa pelos mesmos dramas que eu passava na minha adolescência. Não poder sair, não ter amigos, ser certinha demais, careta demais e nada interessante. 

Porém, algo estranho acontece e Ruby, a srta. perfeição, a convida para fazer parte do grupo das meninas descoladas e populares da escola. Bea se sente deslocada entre as meninas incrivelmente bonitas que bebem e ficam com vários garotos, mas nunca rejeitaria uma oportunidade dessas. Aos poucos ela percebe que as meninas querem transformá-la em outra pessoa e nunca a aceitarão como ela é.

Quando Bea descobre isso, ela já está numa viagem sozinha com as suas (agora) maiores bitch inimigas ever pela Espanha. Ruby é especialmente má, assim como as outras meninas e fazem de tudo para arruinar as férias da pobre garota. Como alguém sensata que nunca fez nada de errado, o mais óbvio seria que ela ligasse para a mãe e voltasse para casa. Porém, Bea percebe que cansou de ser previsível, careta e certinha. Ela decide então mudar seu itinerário e ir para Paris, a cidade que sempre sonhou conhecer e onde seu pai mora.

O pai é um desconhecido, a única coisa que Bea sabe sobre ele é que ele é francês. Numa jornada sem pistas, a garota vai procurar por muitas coisas além do pai. Felicidade, maturidade e um sentido para a vida. Essa é uma história sobre recomeços, descobertas e amadurecimento. A menina conhece um grupo de jovens que estão mochilando pela Europa e que passam a ser seus companheiros de viagem. A amizade passa a ter um significado real e nessas férias, Bea vai aprender muito sobre si mesma, sobre o amor e sobre a vida.

Dentre os jovens do grupo, um em especial é encantador. Toph, o garoto americano. Com toques de humor e com toda a fofura típica da autora, é uma leitura mais que agradável, que faz suspirar. Os cenários parisienses e europeus em geral, são muito bem descritos e eu marquei várias das sugestões turísticas que a autora nos dá no decorrer da narrativa. Toda a magia e o romantismo estão impregnados na história da cidade e por consequência, nas páginas desse livro. Sem dúvida seu coração ficará em Paris.

"Não quero beijar garotos estranhos em quartos estranhos - discursei. - Eu quero romance. Quero ser louca por um garoto e que ele seja louco por mim também, assim, mesmo que a gente acabe cometendo um erro, ele não me abandone num piscar de olhos. Mas romance parece estar tão fora de moda quanto usar vestidos da Primark." (p. 48)

Sinopse: Simples, careta e sem graça. É assim que Bea se vê. Então quando a super descolada Ruby e seu bando de populares passam a se interessar por sua opinião, isso só pode ser uma pegadinha. Certo? Pelo menos é assim que sempre acontece nos filmes... Mas o convite para passarem as férias em Málaga parece pra valer. E com um bônus: Bea pode se afastar da mãe irritante e controladora. No entanto, depois de apenas 48 horas na Espanha, Bea se flagra mudando o itinerário. A menina decide visitar Paris para encontrar o pai que nunca conheceu. Afinal, a cidade luz pode emprestar um pouco de clareza a um período nebuloso de sua vida familiar. No caminho, ela conhece Toph, um estudante americano mochilando pela Europa. Enquanto procuram pelo pai dela nos cafés e boulevards de Paris, ela perde a cabeça em vez disso. Será que Bea é a garota de Toph ou a boa menina que sua mãe espera que ela seja? Ou será esse o verão mágico em que Bea finalmente torna-se dona do próprio nariz?

"Foi como se tivesse acordado de um sono profundo e eu vi o mundo de uma nova maneira. Que eu não precisava mais sonhar porque a vida que estava vivendo era melhor que qualquer coisa que pudesse inventar. E essa vida tinha você nela, Toph." (p. 314)

26 comentários:

  1. Olá Mari,
    Eu sempre acabo me indentificando com livros assim também. O fato de ser careta, não ser igual às outras garotas populares, ser previsível... enfim, esse livro parece abordar bem o tema e fala de Paris que deve ser um lugar lindo ♡
    Não conhecia essa autora, mas agora irei pesquisar sobre os livros dela e talvez até comprar (claro que posso passar na frente de outros livros que estão na fila haha).
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. oi Mari!
    "é leitura indicada para as românticas e sonhadoras de plantão", acho que esse livro é para mim! rs
    Eu já tinha visto o livro e a capa e o nome me chamaram a atenção, agora, depois de ler sua resenha, tive certeza que tenho que lê-lo.
    Creio que será uma leitura agradável e me identificarei com a história.
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Lorena Gasparoto
    Só de ler essa resenha, já me apaixonei pelo livro, já me identifiquei com a personagem e quero ler ele tipo AGORA, sua resenha está ótima, e agora a primeira coisa que vou fazer é tentar ler esse livro. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. AMEEEEEI esse trecho: "Eu quero romance. Quero ser louca por um garoto e que ele seja louco por mim também, assim, mesmo que a gente acabe cometendo um erro, ele não me abandone num piscar de olhos. Mas romance parece estar tão fora de moda quanto usar vestidos da Primark."
    Infelizmente romances bonitos, verdadeiros e sinceros soam como cafona hoje :( mas isso é exatamente o que eu quero para mim. Não adianta ter um namoro de fachada que só te machuca, por puro status!

    estantedorefugio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Já tô apaixonada só pela capa. Que coisa linda e delicada! E que delícia conhecer um pouquinho de Paris ao longo do livro. Vai pra listinha dos que quero ler, sem dúvida!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  6. Oi Mari, sua linda, tudo bem?
    Eu também quero: romance!!!!!!! E não me importa se está fora de moda ou não, se a vida não é um conto de fadas, eu quero o meu príncipe!!!!! Então, sim, acho que esse livro é para mim, risos......
    As vezes sinto falta de um romance doce, leve, não tenho lido muitos ultimamente. Só para ficarmos com aquele sorriso bobo, sabe, suspirando!!!!!!!
    O que gostei também foi da personagem, ela não se transformou em outra pessoa, adorei isso!!!!!!!
    Dica super anotada.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari,
    Que lindo! Infelizmente romances verdadeiros são difíceis hoje em dia, ainda mais que a maioria acha vergonhoso!
    É uma pena!
    Adorei o texto, vai ficar pra sempre na memória!
    Parabéns e muito sucesso!
    http://www.blogdavivinh.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Menina, eu sempre vejo esse livro na livraria e fico com aquela de "levo ou não pra casa?", mas sei lá pq acabo sempre deixando de lado. Mas acho que da próxima vez vou matar minha vontade e trazer, pq pela sua resenha parece lindo, exatamente como a capa sugere.
    Beijos
    Iris
    literalmentefalando.com.br

    ResponderExcluir
  9. Estou louca para ler esse livro! A capa é maravilhosa (Amo França), ouço muito bem do autor, da editora do conteúdo, espero ler em breve. A resenha está ótima!!!
    Beijocas

    www.gemices.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Mariana!
    Que protagonista destemida, ir para Paris só e viver uma aventura inesperada e quem sabe um grande amor....
    Fiquei encantada com o enredo e claro, poder conhecer Paris pelos olhos da auora, vai ser bom demais!
    Amei a resenha!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Aaah! *-* eu fiquei apaixonada por esse livro só por causa da capa linda e delicada, e pelo que me parece eu não estava enganada não a respeito da historia que deve ser linda e encantadora também.

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Mari!
    O que falar desse livro? Da tua resenha?
    Toda vez que vem no seu blog, preciso me segurar, senão entro em falência comprando todos os livros que tu lê. E você, mais do que ninguém, que poderei fazer isso sem dúvida!
    Primeiro a capa é um belíssimo convite para mergulhar neste romance! Seus quotes!!! Mais do que lindos, fofos e outras qualidades!
    E quando lemos a sua resenha, simplesmente queremos sair correndo e pegar logo o livro e começar a ler e ler e ler!
    Como diz você... Você criou um monstro devorador de livros!!! EUuuuu
    Beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oláaa Mari!!
    Eu já tinha ouvido falar do livro mas nunca tinha lido nenhuma resenha. Adorei saber um pouco mais, e estou curiosa para ler. Com certeza eu comprarei mais futuramente... Adoro livros que eu me imagine na cidade, é tão bom^^
    Me identifiquei com sua resenha, principalmente na parte "... românticas e sonhadoras de plantão" hahaha
    A capa é tãooo fofa *--*
    Beijoss

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Este livro parece que tem um final meio reflexivo. Me apaixonei pelo cenário (Paris) de Ana e o Beijo Francês, e por esta capa fofíssima. Bea? Parece Bia, em português. kkkk
    Bjo.
    somaisumapaginamae.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Mari! Como estás?
    Faço parte de vários grupos literários no Facebook e encontrar "Onde deixei meu coração" foi uma surpresa muito agradável para mim. Sou apaixonadíssima pela Cidade Luz. Paris é cheio de aconchego e deve transbordar amor de uma ponta à outra. Conhecer livros que se passam nesse universo e sentir toda a aura boa de lá, é incrível para mim. Infelizmente, o único que li e se passava em Paris foi Ana e o Beijo Francês tal qual me decepcionou de forma sem igual.
    Acho que todo mundo que vê e compra o livro, se apaixona por essa capa. Que coisa linda! Infelizmente, a sinopse não me atraiu nem um pouco por isso eu tinha deixado apenas o título guardadinho na mente para ver se alguém me tirava a má impressão. E já vi, por acaso hoje, duas resenhas positivíssimas sobre a história. A sua foi uma delas. Sua forma de escrita prende o leitor do começo ao fim, não importa por quantas linhas se estendam a resenha.
    Um beijo enorme e ótimo fim de semana.
    PS: Tem resenha de A Última Chance no blog. Vem conferir! :D
    Paula, Poetisa & Literária

    ResponderExcluir
  16. Hey, Mari.

    Já li algumas resenhas desse livro, mas ainda não me decidi se irei comprar ou não. Tenho bastantes livros aqui parados e tudo mais.
    A capa desse livro é perfeita. Meu sonho é ir em Paris, acho que a editora acertou colocando a torre na capa. Fiquei curiosa com as descrições da cidade que você falou que tem no livro, mas ainda não sei. Acho que não estou no clima de uma YA.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Mari! Como vai?
    Esse livro parece ser um amorzinho que só <333 Depois da sua resenha, então! Ainda não tinha lido nenhuma resenha e fiquei morrendo de vontade de embarcar nessa viagem para Paris e conhecer as verdadeiras mean girls. Adoro livros repletos de detalhes. Ah, a Bea parece ser um amor que só, assim como o Toph. Adorei sua resenha :3
    Beijinhos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Só a capa desse livro já encanta! Bea me parece ser uma menina muito legal, muito boazinha e espero que de tudo certo pra ela nessa jornada e que ela encontre seu pai e a si mesma.

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Essa leitura é indica pra mim romântica e sonhadora de plantão! Ótima resenha, me identifiquei com Bea,talvez por que espero poder me aventurar em uma viagem cheia de mudanças na minha vida e adoro lê livros quando de cara me identifico com a personagem, sem falar que quero saber mais sobre o Toph <3

    ResponderExcluir
  21. ^^ Rsrs qual o problema de ser careta né? :p
    Sou careta assumida e feliz :p rsrs
    O livro parece ser bem legal e divertido.
    Li poucos livros passados na Europa, acho que seria interessante "visitar" esses lugares ^^.

    ResponderExcluir
  22. Oi Mari, tudo bom?
    Assim como tu, também me identifiquei com a protagonista... E odeio que tenha me identificado, não gosto de ser assim :\\
    Mas parece mesmo ser uma leitura encantadora! Beijo!

    ResponderExcluir
  23. Amei a capa, muito fofa, dá vontade de comprar só em vê-la. Apesar de não conhecer a autora, estou muito curiosa. O livro parece ser incrível, bem emocionante,fofo, e despretensioso, ótimo pra dar uma relaxada. Com certeza já está na listinha de desejados!!

    ResponderExcluir
  24. Oii Mari!
    Essa é a primeira resenha do livro, e confesso que ainda to na dúvida se dou ou não uma chance para a leitura!
    Eu esperava uma história totalmente diferente .. O que ainda me faz querer ler é que não conheço a escrita da autora, e você não é a primeira pessoa que faz elogios a ela !! Claro que a capa do livro me encantou :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Oi Mari,
    esse é o tipo de livro que não me chamou atenção nem pela capa, nem pelo nome. Mas depois que vi sua resenha fiquei louca para ler. Espero gostar muito dele :)

    ResponderExcluir
  26. Quantos livros bacanas você leu no mês de novembro. Tem alguns, em especial, que estou louca para ler, um deles é Onde Deixarei Meu Coração, parece o tipo de livro que costumo gostar, emocionante e despretensioso, e eu adorei a capa, achei super fofa. Espero poder lê-lo logo.

    ResponderExcluir

Deixe sua sugestão, opinião ou crítica. Prometo lê-las com carinho. Mil beijos, Mari Siqueira.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...